Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Requintado EP com mornas leva Zizi a dar voz a belas melodias de além-mar

Resenha de EP
Título: O mar me leva
Artista: Zizi Possi
Gravadora: Edição independente da artista
Cotação: * * * * *

"Onde quer que a vida vá / Tudo é só desilusão / Pelas mãos, o mar me leva / Luz em meio a tanta treva / Flor de sal, minha canção". Repetido sem sentimentalismo pela voz metálica de Zizi Possi, o refrão de O mar me leva - música composta por Zeca Baleiro para o EP de mornas lançado hoje, 29 de janeiro de 2016, pela cantora paulistana - reitera a maestria do canto da artista. Zizi jamais carrega no drama - mesmo quando a canção que entoa é arrastada por maré sentimental de tristeza. A melancolia está entranhada de forma sutil no canto da bela música que batiza o EP O mar me leva, gravado por Zizi a partir do segundo semestre de 2014, entre Brasil e Portugal, com produção de Zeca Baleiro na faixa-título. Além de tocar violão de sete cordas nesta faixa, Swami Jr. se juntou a Baleiro na formatação da música O mar me leva, adornada com cordas arranjadas por Carlos Lima. O mar me leva é EP de mornas, gênero de Cabo Verde que a cantora africana Cesária Évora (1941 - 2011) ajudou a pôr no mapa-múndi musical na década de 1990. Gravado com músicos portugueses, opção estética que fica evidenciada sobretudo no arranjo fadista da passional composição Coisas do coração, última das quatro músicas do EP, gravada na Terrinha. Com sopros orquestrados por Yan Mikirtumov, Coisas do coração é versão em português - assinada pela própria Zizi - de Cusas di curaçon (2010), morna de Adalberto Silva, compositor de Cabo Verde conhecido como Betu. Tito Paris arranjou e produziu a faixa. Pautado pela delicadeza, o EP exibe sofisticação harmônica condizente com o canto de Zizi. Com a própria Zizi, Baleiro verteu para o português Odjus fitchádu (Idan Raichel e Mayra Andrade, 2009), música escrita no dialeto crioulo e propagada há sete anos pela cantora cubana (de criação cabo-verdiana) Mayra Andrade no álbum Stória, stória... (Sony Music, 2009). Na gravação de Zizi, Olhos fechados mostra o parentesco distante entre a morna e o samba-canção que brotou no Brasil no fim da década de 1920. Um acordeom (tocado por Paulo Borges) faz desabrochar Flor do sol, linda música que cita as canções marinhas de Dorival Caymmi (1914 - 2008) no verso "Quando o mar quebra na areia". Versão em português de Chico César e de Zizi Posssi para a Morna PPV, de autoria do compositor cabo-verdiano Tito Paris, Flor do sol foi gravada por Zizi nos Estúdios Andinos, em Paço de Arcos (Oeiras, Portugal), com arranjo e produção de Teló (Coisas do coração foi gravada no mesmo estúdio lusitano). Com requinte, Zizi é levada neste EP a percorrer belos caminhos melódicos e poéticos de músicas de além-mar que reverberam o amor, a paixão, o lirismo e a melancolia que ligam Brasil, Cabo Verde e Portugal. Pela beleza das mornas e dos arranjos, O mar me leva é disco à altura do histórico fonográfico de Zizi Possi, artista que já deve álbum de estúdio ao fiel público que seduz há 38 anos.

19 comentários:

Mauro Ferreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Henrique disse...

Que felicidade! Deve estar lindo. Mauro, é verdade que vai sair uma tiragem física limitada a ser vendida nos shows?

Lilás disse...

Bela resenha, Mauro. Que maravilha de EP, esperava muito por ser de Zizi com Baleiro. Mas superou as minhas expectativas, para melhor, e não paro de ouvir as quatro canções, e a voz de Zizi me leva. Será que virá um CD também?

Mauro Ferreira disse...

Henrique, desconheço tal informação, mas torço para que saia uma edição física. Abs, MauroF

Roger Souza disse...

Eu não tinha dúvida que seria maravilhoso. Comprei mo iTunes e achei todas as músicas lindas e com a voz perfeita, afinada e refinada da grande Zizi!

Marcos Vampa disse...

Como faço para adquirir/baixar?

Rafael M. disse...

Eu já achei este EP aquém do que ela produz... Muito fraquinha as canções, não tem nenhuma marcante... Passa batido de longe... Não entendi as 5 estrelas que foram dadas a ele...

Rafael M. disse...

Passou da hora já dela gravar um novo disco de estúdio e nos brindar com belas canções...

CelloPiazza disse...

lindas canções... merecia mais que 5 estrelas...

italo vinicius disse...

Zeca baleiro atuando em varias produções e parece que ele vem acertando parabéns

Luzia disse...

Baixei o CD e vou resumir:
Faixa 1 - Você começa a ouvir o disco com carinho e atenção e aguarda a próxima faixa pra ver se "decola";
Faixa 2 - Você continua acreditando que o CD dessa vez vai vingar e pula pra próxima;
Faixa 3 - Você tem certeza que a última faixa vai ser aquela "arrebatadora" que valerá a pena a espera dos fãs por um disco de inéditas, preparado com carinho e talento de Zizi;
Faixa - Chega a última faixa do EP e você continua acreditando .... Acreditado que numa próxima oportunidade Zizi acerte a mão e nos tire do "Vale dos fãs descontentes"

lurian disse...

EP morno de mornas... jamais o canto aquece... tirada a canção do Baleiro as demais em nada acrescentam ao brilho que Zizi já teve, inclusive nas escolhas.

Rhenan Soares disse...

Lindo de morrê!! Ouvindo, ouvindo e ouvindo...

Carmen Lucia disse...

ESSA OBRA É BELA DEMAISSSSSSSSSSSSSSSSS!!
AS CANÇÕES SÃO LINDAS, OS ARRANJOS E INTERPRETAÇÃO DOS MÚSICOS IMPECÁVEIS,
A INTERPRETAÇÃO DE ZIZI, POR DEUS, NÃO HÁ NADA MAIS BELO!!
PARABÉNS À PRODUÇÃO DESSA OBRA DE ARTE, PARABÉNS BALEIRO , PELA INICIATIVA E REALIZAÇÃO!!
CARMINHA

M@RQUINHOS di POSSI VITAL disse...

https://itunes.apple.com/us/album/o-mar-me-leva-ep/id1071264425

M@RQUINHOS di POSSI VITAL disse...

Muito lindo o EP! https://www.youtube.com/watch?v=pWoOLkU6AfU

Ronaldo disse...

Muito bonito o EP. Que venha um álbum completo. Ótima resenha.

ADEMAR AMANCIO disse...

Lendo os comentários,pelo sim e pelo não,entre o belo e o feio,o bom e o ruim,sei lá...

B. disse...

Caro Mauro,

Excelente resenha, como sempre. Apenas uma correção: Mayra Andrade é cantora e compositora cabo-verdiana. É estranho apresentá-la como "cantora cubana", pois ela apenas nasceu em Havana ("por acaso"), mas é filha de pais cabo-verdianos, criada na Cidade da Praia, capital de Cabo Verde.

Abraços!