Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Retrô 2012: Dez discos brasileiros que se destacaram ao longo deste ano

1. Zélia Duncan Canta Itamar Assumpção - Tudo Esclarecido, Zélia Duncan
    -  A cantora encara obra tida como bicho de sete cabeças e doma a fera em álbum pop

2. 40 Anos Depois, João Bosco
   - Com requinte, o cantor e compositor reabre a cortina do passado de olho no futuro

3. Tabaroinha, Mariene de Castro
   - O produtor Alê Siqueira abre caminho para a cantora sem anular sua baianidade nagô

4. A Revolta dos Ritmos, Moraes Moreira
   - Compositor baiano volta a subir ladeira com vigorosa safra autoral de CD de inéditas

5. Tudo Tanto, Tulipa Ruiz
   - A cantora e compositora desabrocha ao encorpar seu som pop em belo segundo álbum

6. Meu Samba no Prato - Tributo a Edison Machado, Marcos Paiva
   - No toque do samba-jazz, o contrabaixista celebra a bossa de baterista revolucionário

7. Segunda Pele, Roberta Sá
   - Ao trocar de pele, cantora sopra ar fresco no quinto CD entre a folia e o pop sensual

8. Sintoniza Lá, BNegão & Seletores de Frequência
   - Em conceitual disco black, Negão dá manual de sobrevivência na selva da cidade 

9. Treme, Gaby Amarantos
   - Revelador primeiro álbum sintetiza e amplia o universo da artista com apelo pop

10. Estrela Decadente, Thiago Pethit
    - O artista paulista ascende no segundo álbum ao aguçar a dor de seu cabaré-rock 

17 comentários:

Mauro Ferreira disse...

1. Zélia Duncan Canta Itamar Assumpção - Tudo Esclarecido, Zélia Duncan
- A cantora encara obra tida como bicho de sete cabeças e doma a fera em álbum pop

2. 40 Anos Depois, João Bosco
- Com requinte, o cantor e compositor reabre a cortina do passado de olho no futuro

3. Tabaroinha, Mariene de Castro
- O produtor Alê Siqueira abre caminho para a cantora sem anular sua baianidade nagô

4. A Revolta dos Ritmos, Moraes Moreira
- Compositor baiano volta a subir ladeira com vigorosa safra autoral de CD de inéditas

5. Tudo Tanto, Tulipa Ruiz
- A cantora e compositora desabrocha ao encorpar seu som pop em belo segundo álbum

6. Meu Samba no Prato - Tributo a Edison Machado, Marcos Paiva
- No toque do samba-jazz, o contrabaixista celebra a bossa de baterista revolucionário

7. Segunda Pele, Roberta Sá
- Ao trocar de pele, cantora sopra ar fresco no quinto CD entre a folia e o pop sensual

8. Sintoniza Lá, BNegão & Seletores de Frequência
- Em conceitual disco black, Negão dá manual de sobrevivência na selva da cidade

9. Treme, Gaby Amarantos
- Revelador primeiro álbum sintetiza e amplia o universo da artista com apelo pop

10. Estrela Decadente, Thiago Pethit
- Artista paulista ascende no segundo álbum ao aguçar a dor de seu cabaré-rock

Maria disse...

Minha Lista:

Caravana Sereia Bloom- Céu

O Deus que Devasta Mas Também Cura-Lucas Santtana

Segunda Pele- Roberta Sá

Fazendo As Pazes Com o Swing- Orquestra Imperial

Abraçaço- Caetano Veloso

A Revolta dos Ritmos- Moraes Moreira

Melhores shows: Chico Buarque, Marisa Monte e Gal Costa.

Desejo um Feliz 2013 pra você Mauro, e a todos os participantes do Blog Notas Musicais.






Dan Peder disse...

Listas são sempre listas.

Rafael M. disse...

Dessa lista destaco o do BNegão, do João Bosco, da Tulipa Ruiz, o do Thiago Pethit. Faltou também nessa lista o disco de estréia da Dona Onete, o "Feitiço Caboclo". O álbum é muito bom.

Mauro Ferreira disse...

Também desejo um feliz 2013, Maria, a você e a todos os leitores e comentaristas de Notas Musicais. Abs, MauroF

Anônimo disse...

O Mauro não escolheu nenhum dos meus cinco preferidos. Santo Deus!
Pelo menos minha chapa Maria grafou três dos meus.
Minha Lista:

Los Sebosos
Orquestra Imperial
Otto
Lucas Santtana
Céu

O do Bnegão eu tinha gostado desde cara, mas depois - e principalmente depois de ouvir o primeiro, e excelente, disco dele(Enxugando o Gelo) - eu achei bem enjoadinho. Ficou muito rapidinho, sem espaços... Enfim, enjoa.
Já com o de Céu, Lucas e Otto acorreu o contrário. Não gostei de cara - talvez pelo fato de seus antecessores serem, na minha opinião, três clássicos da MPB contemporânea - mas depois os 3 rebentos me pegaram de jeito.
O Otto é um caso á parte, suas sacadas/viagens são geniais.
"É a maçã sem eva, é a maçã da apple"
Já Mano Caetano, é louvável DEMAIS essa trilogia dele. Mas, sei lá, não me desce muito. Falta algo.
Acho o som da Banda Cê muito picotadinho/enjoadinho.
Gostaria também de pinçar 3 grandes DVDs - dois de shows e um documentário.
Os de show são o da Nação Zumbi e o de Lobão. Já o documentário é o da Tropicália.
Excelentes!!!

PS: Um Ótimo 2013 a todos os amantes da música que frenquentam esse estimado espaço!!!

lurian disse...

O ano não me pareceu tão interessante em termos de discos, meus preferidos foram:

Pra mim você é lindo - Katia B.

Caravana Sereia Bloom - Céu

O Deus que Devasta Mas Também Cura -Lucas Santtana

Segunda Pele - Roberta Sá

Cláudio disse...

ZÉLIA DUNCAN - O MELHOR DE TODOS.


FELIZ 2013!!

Anônimo disse...

O disco do ano aqui em casa foi sem dúvida nenhuma o do Pethit, ‘Estrela Decadente’. O ‘The moon 1111’ tbm. Foi lindo ver/ouvir o Otto chegar na sua maturidade artística. Daqui em frente só pode vir coisa boa. Gostei do último da Cachorro Grande, ‘Sou uma criança, não entendo nada’ e dos veteranos o incrível ‘Sinais dos Tempos’ do Zé Ramalho, que se reencontrou e fez um bonito disco. O cara é fera.Destaque tbm pro ‘Abraçaço’ de Caetano, super rock n’ roll, mostrando que o cara continua super antenado e atual. ‘Oásis de Bethânia’ tbm tocou bastante na minha vitrola, e eu sempre vou elogiar Bethânia, não importa que ano seja. Zeca Baleiro, incrível no seu ‘Disco do Ano’ e Adriana Calcanhotto me infectou por bons meses com seu ‘Micróbio Vivo’. Foi um bom ano pra música brasileira. E seu blog Mauro, teve um ano incrível, textos ótimos e atualizações constantes. Parabéns pelo trabalho. Um ótimo 2013 pra todos nós. E pra música, claro.

Marcelo Barbosa disse...

Gostei muito mais da lista do ano passado. E me desculpe, Mauro, AMO a Roberta, mas você FORÇOU a barra ao colocar o cd dela dentre os melhores.
Cd sem brilho, chato! Só gostei de uma música.
Abs,

Marcelo Barbosa

noca disse...

Ano fraquissimo para nossa musica.Prova é essa lista correta do Mauro.Desejo uma passagem de ano bem ao som do "Revelion da Virada" da Globo para essa panela de sociologos,antropologos,filósofos,argh!,pseudopoliticamente corretos que continuam defendendo a mediocridade cultural que se tornou quase plena nesse país.Abrs ao Mauro e a todos aqui do Blog.

Toninho Lima disse...

Merecem estar nessa lista:

- "Tudo" (Joyce Moreno)

- "Todo Mundo Quer Amar" (Zé Paulo Becker e Marcos Sacramento)

Maria disse...

Fala, Zé! Feliz Ano Novo!
Abraçaço na minha minha opnião, é de longe o melhor da triologia com a Banda Cê apesar de não gostar muito dela também.
E tem razão, Vagarosa(Céu) e Sem Nostalgia(Lucas Santtana) são dois discaços.

Maria disse...

Corrigindo *Trilogia.

mmmleos disse...

Na minha lista consta:
1 - Otto
2 - Passo Torto ( sei que o album é do finzinho do ano passado, mas como nao deu tempo para entra na outra lista, consta nesta)
3 - Alice Caymmi
4 - Céu
5 - Mauricio Pessoa
6 - Carol Saboya

André Luís disse...

Incrível (e triste) o Mauro (e ninguém mais) não ter citado o disco "Casa de Morar" do Renato Braz. DISCAÇO! Aliás, o Renato Braz demora mas sempre lança trabalhos primorosos.

É o meu disco do ano, apesar de tantos outros excelentes.

Anônimo disse...

Pra vc também, Maricota!
Ouça Otto, ele é bom!