Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


domingo, 4 de outubro de 2015

Mangueira elege samba que louva Bethânia e que sai, em novembro, em CD

"Não mexe comigo, eu sou a menina de Oyá", adverte verso do samba-enredo que saiu vitorioso já na madrugada deste domingo, 4 de outubro de 2015, na disputa promovida pela escola de samba Estação Primeira de Mangueira para escolher o samba com que a agremiação carioca vai apresentar no Carnaval de 2016 o enredo intitulado Maria Bethânia - A menina dos olhos de Oyá. Como o título já explicita, o enredo louva a cantora baiana Maria Bethânia - vista em foto com o atual carnavalesco na agremiação carioca, Leandro Vieira. A disputa mobilizou vários compositores.  Assinado por seis compositores (Alemão do Cavaco, Almyr, Cadu, Lacyr D Mangueira, Paulinho Bandolim e Renan Brandão), o samba escolhido tem melodia bonita e versos que aludem poeticamente a algumas características de Bethânia (a religiosidade, a récita de poesias em cena, os pés descalços no palco) em letra sem caráter biográfico. Apesar de citar músicas como Carcará (João do Vale e José Cândido, 1965), Explode coração (Gonzaguinha, 1978) e Fera ferida (Roberto Carlos e Erasmo Carlos, 1982), composição gravada por Bethânia em 1993, a letra do samba-enredo abre mão de relatar fatos da carreira da cantora. O samba-enredo será lançado em disco ainda neste ano de 2015, mais precisamente em novembro, mês em que vai ser editado o CD com os sambas-enredos das (12) escolas do Grupo Especial do Carnaval da cidade do Rio de Janeiro (RJ).

19 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Curta a página de Notas Musicais no Facebook e acompanhe as atualizações diárias do blog.

Luca disse...

Mauro sempre arruma pretexto para falar de sua protegida Bethânia.

Unknown disse...

Não é protegida não, Luca, é que ela é a nossa proteção mesmo. kkkkkkk

italo vinicius disse...

Arruma pretexto?? O blog é sobre o que mesmo? Pelo amor de Deus.. daqui uns dias Mauro vai ter que perguntar sobre o que deve postar

Dona Emengarda disse...

Maria Bethânia como enredo da Mangueira é um tem que incomoda a algumas pessoas aqui no blog!

Rafael M. disse...

Eu gostei da frase "Não mexe comigo, sou a menina de Oyá! Vai ser um belo samba de homenagem a grandiosa Bethânia.

Henrique disse...

Uma artista como Bethânia é sempre bem vinda no blog. Agora deram pra implicar até com ela?

Rhenan Soares disse...

Eu amei!! Acredito que vá funcionar muito na avenida. Implico com os versos mais didáticos, como o que o Teatro Opinião, mas nada que desvalorize o samba.

Alexandre Tex disse...

Bethânia é patrimônio musical nosso e merece sim ser protegida como tal. Mauro sabe das coisas. Já outros....

Marcelo Barbosa disse...

Mauro, com todo respeito, mas bela melodia? Acho que a Bethânia merecia um samba melhor. Letra cheia de clichês, um horror! O grande samba da Mangueira foi eliminado na semifinal e era do compositor Tantinho.
As escolas têm definido os seus sambas e por enquanto os destaques são o samba da Vila (Martinho, Arlindo, André Diniz e parceiros), os dois sambas finalistas do Salgueiro (um deles com um ponto em homenagem a Emengarda que deve ser filha, ou seria filho (?), da entidade) e o belo samba do Zé Katimba caso seja escolhido na Imperatriz Leopoldinense. De resto, mais do mesmo.
A Mangueira deixou passar o grande samba do ano que era o do Tantinho. Transcrevo abaixo:

Compositores: Tantinho, André Braga, Guilherme Sá, Alipio Carmo, Jansen Carvalho e Marcos Tulio
Intérprete: Tantinho

Sopra o vento de Iansã
Folhas verdes pelo céu
Cor de rosa da manhã
Baianas com seus colares e guias
Descendo em romaria
Preparam um ritual de magia
Mel e pitanga pra perfumar com dendê
Na passarela jogam água de benzer

ÔÔÔÔÔ, ABREM CAMINHOS PRA FILHA DE DONA CANÔ
ÔÔÔÔÔ, CHEGOU MANGUEIRA AO SOM DO RUFAR DO TAMBOR

DEIXA PASSAR A MENINA DE OYÁ
SEU ENCANTO IRRADIA O AXÉ DO GANTOIS

No esplendor de um novo dia
A voz morena traz a flor da poesia
Canta o Brasil criança
Ave sertaneja voa na lembrança
Herdeira da velha Bahia
Seu canto reza no cortejo da folia
Ela borda de ouro a melodia
Sobre um mar de fantasia
Brilha no desfile magistral
Pisa, pés descalços na avenida
Pelo povo aplaudida
Vem pra conquistar o carnaval

ENTRA NA RODA, Ô MARIA
GIRA A POEIRA
QUERO VER VOCÊ SAMBAR
NO EMBALO DA MANGUEIRA






Marcelo disse...

Bethânia assim como qq artista de verdade tem que ser divulgado e comentado sempre!

Mauro Ferreira disse...

Marcelo, não ouvi o samba de Tantinho. Portanto, não posso opinar sobre ele. Mas, sim, gostei do samba eleito e tenho informações de que o público que estava na quadra, no sábado, também queria a vitória dele. Abs, MauroF

Marcelo Barbosa disse...

Claro que queria! Hoje em dia as disputas de sambas são formadas por torcidas compradas de escritórios (claro que não me refiro aos segmentos da quadra!), mas as disputas hoje em dia são dispendiosas e infelizmente o torcedor que NÃO TEM dinheiro para queimar, como o Tantinho, sai no prejuízo.
Outros tempos! Tristes tempos!
Abraços,

Marcelo Barbosa disse...

Outros belos sambas foram eliminados como o do próprio Renan (não sei se é o comentarista acima!), o da Leci Brandão, Marcos Muniz,... ou seja, opções tinham.
E Mauro, com todo meu respeito, mas você sempre vai gostar de algo que remete à Bethânia. Natural! Eu também gosto quando citam a Beth, apesar do fraco samba da Acadêmicos do Tatuapé (SP) de 2013.
Abs,

PS: Bethânia merece todas as homenagens, mas achei o samba escolhido muito clichê na letra. Um oba oba dos tempos modernos.

Jader Moraes disse...

O samba do Tantinho era realmente muito bom, a Mangueira faria história com ele. Mas a escola fez excelente escolha, o samba do Alemão também é muito bonito e forte. Esse refrão vai derrubar a Sapucaí, como disse um dos compositores. Foi, junto com o já falado do Tantinho, um samba que mexeu comigo (e com grande parte dos amantes da festa) desde o primeiro momento. A Mangueira, aliás, teve uma das melhores safras de sambas em muitos anos, entre todas as escolas.
Uma bobeira dizer que o samba venceu por conta de torcidas compradas - a votação foi feita pelos segmentos (baianas, passistas, compositores etc) e, ao que consta, teve mais de 70% dos votos. Foi o samba abraçado pela comunidade da Mangueira na final.

Marcelo Barbosa disse...

Não falei em momento algum que foi por conta de torcida comprada. O que eu quis dizer é que um compositor dito tradicional e SEM RECURSOS, no caso do Tantinho, fica difícil bater de frente diante de torcidas de parcerias que nem sempre mostram as reais qualidades musicais em contrapartida ao dinheiro que tem para queimar.
Infelizmente as dispuatas de sambas atuais são todas maquiadas por falsas sensações de que o samba foi comprado pelos frequentadores da quadra. Quase sempre esses frequentadores somem após a escolha e o ciclo se repete de junho a outubro, uma espécie de cumprimento das obrigações de torcedor de parceria.
Em momento algum dei nome aos bois, só quis relatar ao Mauro como funciona o clima ATUAL das escolhas de samba. E isso acontece em TODAS as agremiações. Abs

Marcelo Barbosa disse...

Não falei em momento algum que foi por conta de torcida comprada. O que eu quis dizer é que um compositor dito tradicional e SEM RECURSOS, no caso do Tantinho, fica difícil bater de frente diante de torcidas de parcerias que nem sempre mostram as reais qualidades musicais em contrapartida ao dinheiro que tem para queimar.
Infelizmente as disputas de sambas atuais são todas maquiadas por falsas sensações de que o samba foi avalizado pelos frequentadores da quadra. Quase sempre esses frequentadores somem após o período de escolha e o ciclo se repete de junho a outubro dos anos seguintes, uma espécie de cumprimento das obrigações de torcedor de parceria.
Em momento algum dei nome aos bois, só quis relatar ao Mauro como funciona o clima ATUAL das escolhas de samba. E isso acontece em TODAS as agremiações. Abs

josé azevedo disse...

O melhor era realmente este samba ,o do Tantinho não seguia a sinopse apesar de bonito (só isso), grande samba.

josé azevedo disse...

Este samba era realmente o melhor,o do Tantinho não seguia a sinopse e tinha uma letra fraca,a melodia sim era linda.Outros sambas também eram muito bons,mais este era o melhor disparado.