Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


domingo, 18 de outubro de 2015

Quatro primeiros álbuns de Lulu Santos são encaixotados com faixas-bônus

Embora Lulu Santos tenha alcançado vendagens milionárias com álbuns gravados na década de 1990, foi nos anos 1980 que o cantor e compositor carioca lançou o manancial de hits que lhe garante shows lotados ainda em 2015. A maior parte destes sucessos foi lançada originalmente nos quatro álbuns que o artista - em foto de Leo Aversa - editou na gravadora Warner Music entre 1982 e 1985. Já lançados em CD desde que o formato se consolidou no mercado fonográfico brasileiro, estes quatro álbuns - Tempos modernos (1982), O ritmo do momento (1983), Tudo azul (1984) e Normal (1985) - estão sendo reeditados neste mês de outubro de 2015, embalados na caixa Tão bem. Para atrair consumidores que já tem edições em CD dos quatro álbuns, as iscas são faixas-bônus como áudios de entrevistas e registros instrumentais de músicas como De repente (Lulu Santos e Nelson Motta, 1985). As quatro edições são remasterizadas e reproduzem o conteúdo gráfico original dos álbuns, relíquias do pop brasileiro.

13 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Embora Lulu Santos tenha alcançado vendagens milionárias com álbuns gravados na década de 1990, foi nos anos 1980 que o cantor e compositor carioca lançou o manancial de hits que lhe garante shows lotados ainda em 2015. A maior parte destes sucessos foi lançada originalmente nos quatro álbuns que o artista - em foto de Leo Aversa - editou na gravadora Warner Music entre 1982 e 1985. Já lançados em CD desde que o formato se consolidou no mercado fonográfico brasileiro, estes quatro álbuns - Tempos modernos (1982), O ritmo do momento (1983), Tudo azul (1984) e Normal (1985) - estão sendo reeditados neste mês de outubro de 2015, embalados na caixa Tão bem. Para atrair consumidores que já tem edições em CD dos quatro álbuns, as iscas são faixas-bônus como áudios de entrevistas e registros instrumentais de músicas como De repente (Lulu Santos e Nelson Motta, 1985). As quatro edições são remasterizadas e reproduzem o conteúdo gráfico original dos álbuns, relíquias do pop brasileiro.

Felipe dos Santos disse...

E nem as "faixas-bônus" são inéditas, a bem da verdade.

Quando foi relancado via série "Arquivos Warner", de Charles Gavin, em 2002, "Tempos modernos" já tinha os bônus de "Tesouros da Juventude" e "Fricção Científica" (compacto editado em 1981) junto das nove faixas do LP original.

E todas as outras faixas-bônus (em "O ritmo do momento", karaokê de "Como uma onda"; em "Tudo azul", karaokês de "Tão bem" e "O último romântico", mais uma entrevista de Lulu que era distribuída aos radialistas, num LP invendável; em "Normal", karaokê de "De repente") já estavam num dos CDs da edição de Lulu na coleção "E-Collection", lançada em 2000, que unia um álbum de sucessos a outro de raridades.

Seja como for, quatro itens de discoteca básica. Goste-se ou não, foram basilares na música brasileira dos anos 1980.

Felipe dos Santos Souza

P.S.: "Normal" é um grande disco, dos melhores de Lulu. E ainda não foi bem dimensionado.

Victor Moraes, disse...

Soube que recentemente ele ganhou um disco de alguma coisa por 80 mil cópias vendidas de outro box, lançado há algum tempo. Deve ser por isso que investiram em mais um. O lulu merecia ter hits novos, mas o mercado parece ter problemas com idade, principalmente o pop.

Mauro Ferreira disse...

Felipe, grato por elucidar a origem de tais faixas-bônus. Eu tinha me esquecido do CD de raridades da coletânea 'E-collection'. Sua presença é sempre bem-vinda por aqui. Sim, Victor, Lulu vem lançando ótimos discos de músicas inéditas desde os anos 2000. Mas ninguém ouve. Querem sempre os hits de sempre. Abs, grato a ambos pelos comentários, MauroF

Cassius Burle disse...

Sem dúvida esse box deve agradar aos fãs de Lulu,principalmente pelo primoroso album ´Tudo Azul´de 1984,que trouxe entre outros o mega hit ´Certas Coisas´,talvez a canção mais bonita e delicada composta por esse artesão da música pop.Mas vale lembrar que os maiores sucessos de Lulu vieram da passagem dele pela extinta RCA, onde gravaria em 1986 o melhor disco de sua carreira o bem sucedido disco que levava apenas seu nome e cuja faixa de abertura é ´Casa´,uma de suas músicas mais conhecidas. Pena que Lulu sofra o problema de muitos artistas brasileiros:por mais que lancem coisas novas(boas ou não) o público só quer ouvir velhos sucessos,sempre mais do mesmo.Tenho todos esse 4 cds e o investimento para quem não os tem é totalmente válido.

Edu Chedid disse...

Concordo em gênero, número e grau com Felipe... ainda não reconheceram a porrada pop que é o album "NORMAL".

Mauro Silva disse...

Muito bem vindo este Box, porém acho chato e desnecessário colocar entrevista como bônus...Acho que bônus tem que ser música, seja de compacto, ou takes diferentes, versões ao vivo...enfim que seja música! Agora entrevista como bônus ?? É muito chato !!! Que isso não vire moda nos relançamentos. Quer lançar as entrevista ?? Então lance em um CD á parte só de entrevista, como a Discobertas fez com o Renato Russo em um CD póstumo.

Nielsen disse...

Vender disco hj parece q não rola....quase ninguém compra CD...se escuta os hits e pronto...rádio mesmo...só qdo não se tem um pen driver...mais Lulu tem muita música q o rádio fosse antes...iria tocar muito

O blog disse...

Em Dezembro, fui em seu show aqui no Rio, no Citibank Hall, e ele só cantou 3 músicas do disco novo. Ele lançou um disco tão bacana, mas não cantou no show. Fiquei muito decepcionado. Paguei caro para ver/ouvir o que já é mesmice. Pra que lançar algo novo e bacana se não é pra divulgar? Adoro a música Michê com o Mr. Catra, mas ele não cantou. Uma pena!

Rafael M. disse...

Caixa importante para a discografia brasileira... Merece a compra, mesmo com material já meio repetitivo...

Mauro Silva disse...

Lulu Santos, que teve produção da maioria destes discos com Nelson Motta e Liminha, hoje tem parceria com Mr.Catra ?? Que queda!!! Que fiasco!!!..E ele no The Voice, com Claudia Leite e Michael Teló ??? É muita apelação...

rcvsiqueira disse...

Ainda bem que era só boato que as matrizes das músicas do Lulu na Warner haviam sido perdidas e esse box foi lançado. No começo de dezembro é item certo na minha coleção.

rcvsiqueira disse...

Para quem ainda não comprou, é melhor se apressar, pois acabei deixando pra depois, comprei apenas hoje e quase morri numa grana preta na mão de "colecionadores" do Mercado Livre cobrando 250 ou 360 dinheiros...A caixa já está praticamente esgotada no mercado...