Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


terça-feira, 13 de outubro de 2015

Álbum 'Dialeto' traz Ana Clara Horta de volta ao disco cinco anos após 'Órbita'

Cinco anos após deixar boa impressão com seu autoral álbum de estreia, Órbita (Biscoito Fino, 2010), a cantora e compositora carioca Ana Clara Horta volta ao mercado fonográfico com seu segundo álbum, Dialeto, já disponível em plataformas digitais em edição independente distribuída via Rob Digital. Como Órbita, Dialeto apresenta repertório inédito e autoral, composto por Horta com seus parceiros Gabriel Pondé, João Bernardo e Miguel Jorge. A artista dá voz a nove músicas inéditas formatadas pelo produtor Mauro Moura, baixista do coletivo carioca Monobloco e do grupo também carioca Pedro Luís e a Parede (Plap). As nove músicas foram selecionadas dentre 28 que jaziam no baú de inéditas de Horta. A capa de Dialeto é criação de Carla Kasumi, autora também da aquarela sobre papel Moshi Moshi impressa na capa do álbum sobre a foto de Marcelo Correa. Eis - na ordem do disco - as nove músicas cantadas e assinadas por Ana Clara Horta no CD Dialeto:

1. Algo mais (Ana Clara Horta, João Bernardo, Gabriel Pondé e Miguel Jorge)
2. Moreno (Ana Clara Horta, João Bernardo e Gabriel Pondé)
3. Beira de ilha (Ana Clara Horta, Gabriel Pondé e Miguel Jorge)
4. Prato cheio (Ana Clara Horta, João Bernardo, Gabriel Pondé e Miguel Jorge)
5. Mar aberto (Ana Clara Horta, João Bernardo, Gabriel Pondé e Miguel Jorge)
6. Todo dia (Ana Clara Horta e Gabriel Pondé)
7. Dialeto (Ana Clara Horta e Miguel Jorge)
8. Vide verso (Ana Clara Horta, João Bernardo, Gabriel Pondé e Miguel Jorge)
9. Chego já (Ana Clara Horta, Gabriel Pondé e Miguel Jorge)

2 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Cinco anos após deixar boa impressão com seu autoral álbum de estreia, Órbita (Biscoito Fino, 2010), a cantora e compositora carioca Ana Clara Horta volta ao mercado fonográfico com seu segundo álbum, Dialeto, já disponível em plataformas digitais em edição independente distribuída via Rob Digital. Como Órbita, Dialeto apresenta repertório inédito e autoral, composto por Horta com seus parceiros Gabriel Pondé, João Bernardo e Miguel Jorge. A artista dá voz a nove músicas inéditas formatadas pelo produtor Mauro Moura, baixista do coletivo carioca Monobloco e do grupo também carioca Pedro Luís e a Parede (Plap). As nove músicas foram selecionadas dentre 28 que jaziam no baú de inéditas de Horta. A capa de Dialeto é criação de Carla Kasumi, autora também da aquarela sobre papel Moshi Moshi impressa na capa do álbum sobre a foto de Marcelo Correa. Eis - na ordem do disco - as nove músicas cantadas e assinadas por Ana Clara Horta no CD Dialeto:

1. Algo mais (Ana Clara Horta, João Bernardo, Gabriel Pondé e Miguel Jorge)
2. Moreno (Ana Clara Horta, João Bernardo e Gabriel Pondé)
3. Beira de ilha (Ana Clara Horta, Gabriel Pondé e Miguel Jorge)
4. Prato cheio (Ana Clara Horta, João Bernardo, Gabriel Pondé e Miguel Jorge)
5. Mar aberto (Ana Clara Horta, João Bernardo, Gabriel Pondé e Miguel Jorge)
6. Todo dia (Ana Clara Horta e Gabriel Pondé)
7. Dialeto (Ana Clara Horta e Miguel Jorge)
8. Vide verso (Ana Clara Horta, João Bernardo, Gabriel Pondé e Miguel Jorge)
9. Chego já (Ana Clara Horta, Gabriel Pondé e Miguel Jorge)

Rafael M. disse...

Ouvi dizer que este álbum está muito bom... Curioso para ouvir...