Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Trio de Bianca Gismonti vai da alegria ao lirismo no CD autoral 'Primeiro céu'

Embora assinado pelo trio de Bianca Gismonti, formado pela pianista carioca com o baixista mato-grossense Antonio Porto e com o baterista e percussionista gaúcho Julio Falavigna, o álbum Primeiro céu - lançado em edição da gravadora Fina Flor neste mês de outubro de 2015 - pode ser ouvido como o segundo disco solo desta artista que também é cantora, compositora e atriz. Aberto por Olhos fechados, tema composto por Bianca para celebrar o baixista do trio e gravado no álbum em tons introspectivos, Primeiro céu sucede Sonhos de nascimento (Biscoito Fino, 2013), primeiro CD solo da pianista, metade do Duo Gisbranco, com o qual debutou no mercado fonográfico há sete anos com a edição do álbum Duo Gisbranco (Delira Música, 2008). Em Primeiro céu, o Bianca Gismonti Trio transita entre a vivacidade solar de Para Inês acordar sorrindo, a alegria jazzy de Folia e o lirismo de Cristal, tema composto pela artista em Garobapa, no litoral de Santa Catarina. Nascido como tema instrumental, o ijexá Dança, Mandela - composto sob o impacto da notícia da morte do líder africano Nelson Mandela (1918 - 2013) - ganhou posteriormente versos de Paulo César Pinheiro, tendo sido gravado em Primeiro céu com a letra do compositor e poeta carioca. Ainda dentro do terreno autoral, o disco apresenta Glaucia do samba - samba composto por Bianca para sua amiga Glaucia Nasser, cantora mineira radicada em São Paulo - e A luz sem o véu, tema gravado no disco com a adesão vocal de Jane Duboc. De lavra alheia, Primeiro céu apresenta apenas a releitura do afro-samba Água de beber (Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes, 1961).

4 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Embora assinado pelo trio de Bianca Gismonti, formado pela pianista carioca com o baixista mato-grossense Antonio Porto e com o baterista e percussionista gaúcho Julio Falavigna, o álbum Primeiro céu - lançado em edição da gravadora Fina Flor neste mês de outubro de 2015 - pode ser ouvido como o segundo disco solo desta artista que também é cantora, compositora e atriz. Aberto por Olhos fechados, tema composto por Bianca para celebrar o baixista do trio e gravado no álbum em tons introspectivos, Primeiro céu sucede Sonhos de nascimento (Biscoito Fino, 2013), primeiro CD solo da pianista, metade do Duo Gisbranco, com o qual debutou no mercado fonográfico há sete anos com a edição do álbum Duo Gisbranco (Delira Música, 2008). Em Primeiro céu, o Bianca Gismonti Trio transita entre a vivacidade solar de Para Inês acordar sorrindo, a alegria jazzy de Folia e o lirismo de Cristal, tema composto pela artista em Garobapa, no litoral de Santa Catarina. Nascido como tema instrumental, o ijexá Dança, Mandela - composto sob o impacto da notícia da morte do líder africano Nelson Mandela (1918 - 2013) - ganhou posteriormente versos de Paulo César Pinheiro, tendo sido gravado em Primeiro céu com a letra do compositor e poeta carioca. Ainda dentro do terreno autoral, o disco apresenta Glaucia do samba - samba composto por Bianca para sua amiga Glaucia Nasser, cantora mineira radicada em São Paulo - e A luz sem o véu, tema gravado no disco com a adesão vocal de Jane Duboc. De lavra alheia, Primeiro céu apresenta apenas a releitura do afro-samba Água de beber (Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes, 1961).

Rafael M. disse...

Excelente capa... Leve, alegre e feliz... Boa sorte a cantora em sua mais nova empreitada...

Rafael M. disse...

Mauro, morreu hoje a grande cantora Cláudia Barroso. Terá post sobre a morte dela aqui no blog? Espero que sim, pois ela era uma ótima cantora...

Mauro Ferreira disse...

O post sobre Cláudia Barroso acaba de entrar no ar.