Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


quinta-feira, 21 de junho de 2012

Juanes ganha tempo com revisão acústica de obra já perto da exaustão

Resenha de CD
Título: Juanes MTV Unplugged 
Artista: Juanes
Gravadora: Universal Music
Cotação: * * * 1/2

O lançamento de um registro ao vivo de show na desgastada série Acústico MTV é providencial para Juanes nesse momento de sua carreira. O cancioneiro do cantor e compositor colombiano começou a dar sinais de exaustão em seu quinto álbum de estúdio, P.A.R.C.E. (2010), trabalho no qual o astro latino focou temas como a paz e a amizade sob ótica banal. Seu Unplugged MTV - lançado no Brasil neste mês de junho de 2012, com direito à vinda do artista ao país para promover a chegada às lojas do CD e DVD editados pela Universal Music - faz Juanes ganhar tempo, já que o artista apresenta somente duas razoáveis inéditas, Todo En Mi Vida Eres Tu e La Señal, no roteiro totalmente autoral dessa revisão acústica feita sob a produção musical do artista dominicano Juan Luis Guerra. O show foi captado ao vivo pela MTV no New World Symphony Center of the Arts, em Miami Beach (Flórida, EUA), em 1º de fevereiro. Em atmosfera intimista, ao centro de palco em que se aloca banda de sonoridade pop latina (urdida com metais, banjo, ukelele, violino e outros instrumentos desplugados), Juanes rebobina Fíjate Bien (primeiro sucesso de sua carreira solo, faixa-título do álbum de estreia do artista, lançado em 2000), A Dios Le Pido (hit do segundo álbum do cantor, Un Día Normal, editado em 2002) e La Camisa Negra (música de 2004 que deu impulso à projeção mundial do astro colombiano). Como é de praxe nos acústicos, convidados ajudam o anfitrião a requentar seu cancioneiro em fogo brando. No caso de Juanes, ele recebe o cantor espanhol Joaquín Sabina na música sintomaticamente intitulada Azul Sabina e a cantora brasileira Paula Fernandes, com quem Juanes faz dueto bilíngue (em português e em espanhol) em Hoy Me Voy (2008), repetindo a fórmula que deu certo com Ivete Sangalo em Dar-te (fonograma da gravação ao vivo feita pela cantora baiana no Madison Square Garden, em Nova York - EUA, em setembro de 2010). Baladas e pop rocks ganham arranjos diferentes, com o toque latino de Guerra, mas sem traição ao molde primário dos temas, já que o registro acústico é em essência - como conceitua o próprio Juanes em cena quando fala com a pequena plateia que testemunhou sua terceira gravação ao vivo - uma volta ao formato original das canções. No fim, coral de uma universidade de Miami entra em cena para encorpar Odio por Amor. Fecho imponente para este Unplugged MTV que dá (algum) tempo a Juanes para revitalizar sua obra.

4 comentários:

Mauro Ferreira disse...

O lançamento de um registro ao vivo de show na desgastada série Acústico MTV é providencial para Juanes nesse momento de sua carreira. O cancioneiro do cantor e compositor colombiano começou a dar sinais de exaustão em seu quinto álbum de estúdio, P.A.R.C.E. (2010), trabalho no qual o astro latino focou temas como a paz e a amizade sob ótica banal. Seu Unplugged MTV - lançado no Brasil neste mês de junho de 2012, com direito à vinda do artista ao país para promover a chegada às lojas do CD e DVD editados pela Universal Music - faz Juanes ganhar tempo, já que o artista apresenta somente duas razoáveis inéditas, Todo En Mi Vida Eres Tu e La Señal, no roteiro totalmente autoral dessa revisão acústica feita sob a produção musical do artista porto-riquenho Juan Luis Guerra. O show foi captado ao vivo pela MTV no New World Symphony Center of the Arts, em Miami Beach (Flórida, EUA), em 1º de fevereiro. Em atmosfera intimista, ao centro de palco em que se aloca banda de sonoridade pop latina (urdida com metais, banjo, ukelele, violino e outros instrumentos desplugados), Juanes rebobina Fíjate Bien (primeiro sucesso de sua carreira solo, faixa-título do álbum de estreia do artista, lançado em 2000), A Dios Le Pido (hit do segundo álbum do cantor, Un Día Normal, editado em 2002) e La Camisa Negra (música de 2004 que deu impulso à projeção mundial do astro colombiano). Como é de praxe nos acústicos, convidados ajudam o anfitrião a requentar seu cancioneiro em fogo brando. No caso de Juanes, ele recebe o cantor espanhol Joaquín Sabina na música sintomaticamente intitulada Azul Sabina e a cantora brasileira Paula Fernandes, com quem Juanes faz dueto bilíngue (em português e em espanhol) em Hoy Me Voy (2008), repetindo a fórmula que deu certo com Ivete Sangalo em Dar-te (fonograma da gravação ao vivo feita pela cantora baiana no Madison Square Garden, em Nova York - EUA, em setembro de 2010). Baladas e pop rocks ganham arranjos diferentes, com o toque latino de Guerra, mas sem traição ao molde primário dos temas, já que o registro acústico é em essência - como conceitua o próprio Juanes em cena quando fala com a pequena plateia que testemunhou sua terceira gravação ao vivo - uma volta ao formato original das canções. No fim, coral de uma universidade de Miami entra em cena para encorpar Odio por Amor. Fecho imponente para este Unplugged MTV que dá (algum) tempo a Juanes para revitalizar sua obra.

Eduado Mezzonato disse...

Sempre gostei do Juanes. Tenho alguns cds e um dvd genérico comprado na rua em La Paz, Bolívia. Agora que lançou o oficial, pretendo comprar. EStou ansioso é pelo novo cd duplo intitulado "Bi" do argentino Kevin Johansen. O cd será lançado no dia 21 de Junho. Ouvi pelo Amazon e adorei.

André Luís disse...

Mauro, o Juan Luis Guerra não é porto-riquenho, e sim dominicano.

Mauro Ferreira disse...

Tem razão, André. Grato pelo toque, abs, MauroF.