Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


sexta-feira, 19 de abril de 2013

Lenine e Suzano expandem 'Olho de peixe' ao celebrar 20 anos do álbum

Há cerca de 15 anos sem tocar juntos, Lenine e Marcos Suzano  - vistos em foto de Rodrigo Amaral - se reencontraram na noite de 18 de abril de 2013 no palco da casa Miranda, no Rio de Janeiro (RJ), para tocar o repertório de Olho de peixe (1993) e celebrar os 20 anos do álbum que deu impulso às suas respectivas carreiras fonográficas. Na estreia do show, que fica em cartaz até 20 de abril na casa carioca, o percussionista carioca e o cantor, compositor e músico pernambucano reafirmaram sua fina sintonia ao tocar todas as 13 músicas do disco na ordem quase original - somente Leão do Norte e Lá e lô tiveram seus lugares trocados no roteiro - e expandiram o repertório de Olho de peixe (CD reeditado neste ano de 2013 dentro dos projetos comemorativos dos 30 anos de carreira de Lenine) com cinco composições de álbuns posteriores do artista revelado em 1983 em LP dividido com Lula Queiroga. Eis o roteiro seguido por Lenine e Suzano na estreia do show, após serem entrevistados pelo jornalista carioca Leonardo Lichote sobre o disco, como é praxe no projeto Pensar - Quintas notáveis:

1. Acredite ou não (Lenine e Bráulio Tavares, 1993)
2. O último pôr-do-sol (Lenine e Lula Queiroga, 1993)
3. Miragem do porto (Lenine e Bráulio Tavares, 1992)
4. Olho de peixe (Lenine, 1993)
5. Escrúpulo (Lenine e Lula Queiroga, 1993)
6. O que é bonito? (Lenine e Bráulio Tavares, 1993)
7. Caribenha nação (Lenine e Bráulio Tavares, 1993) /
    Tuaregue e nagô (Lenine e Bráulio Tavares, 1993)
8. Leão do Norte (Lenine e Paulo César Pinheiro, 1993)
9. Lá e lô (Lenine, 1993)
10. A gandaia das ondas (Lenine, 1993) / Pedra e areia (Lenine e Dudu Falcão, 1993)
11. Mais além (Lenine, Bráulio Tavares, Lula Queiroga e Ivan Santos, 1993)
12. O dia em que faremos contato (Lenine e Bráulio Tavares, 1997)
13. Hoje eu quero sair só (Lenine, Caxa Aragão e Mu Chebabi, 1995)
14. Candeeiro encantado (Lenine e Paulo César Pinheiro, 1997)
15. Chão (Lenine e Lula Queiroga, 2012)
Bis:
16. A ponte (Lenine e Lula Queiroga, 1997)
17. Martelo bigorna (Lenine, 2008)

5 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Há cerca de 15 anos sem tocar juntos, Lenine e Marcos Suzano - vistos em foto de Rodrigo Amaral - se reencontraram na noite de 18 de abril de 2013 no palco da casa Miranda, no Rio de Janeiro (RJ), para tocar o repertório de Olho de peixe (1993) e celebrar os 20 anos do álbum que deu impulso às suas respectivas carreiras fonográficas. Na estreia do show, que fica em cartaz até 20 de abril na casa carioca, o percussionista carioca e o cantor, compositor e músico pernambucano reafirmaram sua fina sintonia ao tocar todas as 13 músicas do disco na ordem quase original - somente Leão do Norte e Lá e lô tiveram seus lugares trocados no roteiro - e expandiram o repertório de Olho de peixe (CD reeditado neste ano de 2013 dentro dos projetos comemorativos dos 30 anos de carreira de Lenine) com cinco composições de álbuns posteriores do artista revelado em 1983 em LP dividido com Lula Queiroga. Eis o roteiro seguido por Lenine e Suzano na estreia do show, após serem entrevistados pelo jornalista carioca Leonardo Lichote sobre o disco, como é praxe no projeto Pensar - Quintas notáveis:

1. Acredite ou não (Lenine e Bráulio Tavares, 1993)
2. O último pôr-do-sol (Lenine e Lula Queiroga, 1993)
3. Miragem do porto (Lenine e Bráulio Tavares, 1992)
4. Olho de peixe (Lenine, 1993)
5. Escrúpulo (Lenine e Lula Queiroga, 1993)
6. O que é bonito? (Lenine e Bráulio Tavares, 1993)
7. Caribenha nação (Lenine e Bráulio Tavares, 1993) /Tuaregue e nagô (Lenine e Bráulio Tavares, 1993)
8. Leão do Norte (Lenine e Paulo César Pinheiro, 1993)
9. Lá e lô (Lenine, 1993)
10. A gandaia das ondas (Lenine, 1993) / Pedra e areia (Lenine e Dudu Falcão, 1993)
11. Mais além (Lenine, Bráulio Tavares, Lula Queiroga e Ivan Santos, 1993)
12. O dia em que faremos contato (Lenine e Bráulio Tavares, 1997)
13. Hoje eu quero sair só (Lenine, Caxa Aragão e Mu Chebabi, 1995)
14. Candeeiro encantando (Lenine e Paulo César Pinheiro, 1997)
15. Chão (Lenine e Lula Queiroga, 2012)
Bis:
16. A ponte (Lenine e Lula Queiroga, 1997)
17. Martelo bigorna (Lenine, 2008)

André Maia disse...

No título temos 20 e não 30 anos

André Maia disse...

No título temos 20 e não 30 anos.

Mauro Ferreira disse...

Sim, André, o disco faz 20 anos. A carreira do Lenine é que completa 30 anos. Abs, MauroF

Unknown disse...

Lenine é um grande cara, um grande artista brasileiro, uma enorme referência em meu projeto musical tb. Convido todos aqueles que tb acham o trabalho do cara muito interessante, a darem uma olhada no meu trabalho.Obrigada e salve Lenine!