Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


terça-feira, 28 de outubro de 2014

Canção inédita sobre o poder corrosivo do tempo reúne Nelson e Marisa

Única música inédita de Nelson 70, CD lançado esta semana pela gravadora Som Livre em homenagem aos 70 anos do compositor, jornalista, escritor e produtor musical carioca Nelson Motta, Nós e o tempo é parceria de Nelson com a cantora e compositora carioca Marisa Monte e com o compositor e violonista baiano Cezar Mendes. Canção à moda antiga, gravada por Marisa para o disco com o toque refinado do piano do acriano João Donato, Nós e o tempo versa sobre o fluxo permanentemente transitório dos sentimentos e da própria vida face ao poder corrosivo do tempo. A música marca o reencontro de Nelson com Marisa, cantora que se lançou no mundo da música em 1987 sob as bençãos do produtor. Eis a letra de Nós e o tempo:

Nós e o tempo
(Marisa Monte, Cezar Mendes e Nelson Motta)

Parece ilusão
Parece ficção
Parece destino
Se alguém contar
Ninguém acredita
Qualquer um duvida

Mas a vida é assim
E o real é mais
Do que as fantasias
Do que a razão
Parece mentira
Parece que sim
Parece que não

Quando escurecer
E a noite chegar
A luz de uma estrela
Vai brilhar no céu
Até se apagar
Ao amanhecer

Vidas vão nascer
Nuvens vão passar
Lágrimas e rios
Todos os mistérios
Todas as certezas
Também passarão
Também passarão
Também passarão...

Belezas passarão
Segredos passarão
Mistérios passarão
Tristezas passarão
Estrelas passarão
Tristezas passarão...

Também passarão
Passarão
Passarão...

8 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Única música inédita de Nelson 70, CD lançado esta semana pela gravadora Som Livre em homenagem aos 70 anos do compositor, jornalista, escritor e produtor musical carioca Nelson Motta, Nós e o tempo é parceria de Nelson com a cantora e compositora carioca Marisa Monte e com o compositor e violonista baiano Cezar Mendes. Canção à moda antiga, gravada por Marisa para o disco com o toque refinado do piano do acriano João Donato, Nós e o tempo versa sobre o fluxo permanentemente transitório dos sentimentos e da própria vida face ao poder corrosivo do tempo. A música marca o reencontro de Nelson com Marisa, cantora que se lançou no mundo da música em 1987 sob as bençãos do produtor. Eis a letra de Nós e o tempo:

Nós e o tempo
(Marisa Monte, Cezar Mendes e Nelson Motta)

Parece ilusão
Parece ficção
Parece destino
Se alguém contar
Ninguém acredita
Qualquer um duvida

Mas a vida é assim
E o real é mais
Do que as fantasias
Do que a razão
Parece mentira
Parece que sim
Parece que não

Quando escurecer
E a noite chegar
A luz de uma estrela
Vai brilhar no céu
Até se apagar
Ao amanhecer

Vidas vão nascer
Nuvens vão passar
Lágrimas e rios
Todos os mistérios
Todas as certezas
Também passarão
Também passarão
Também passarão...

Belezas passarão
Segredos passarão
Mistérios passarão
Tristezas passarão
Estrelas passarão
Tristezas passarão...

Também passarão
Passarão
Passarão...

Carla Mariana disse...

Bonito. Mas ficou parecendo aquelas músicas do cd Universo ao meu redor dela Marisa

ADEMAR AMANCIO disse...

O tempo realmente é um mistério profundo.E o que ele faz com a aparência da gente,não tem perdão.

Fabio disse...

Zzzzzzz...zzzzzz...zzzzz

Alexandre Tex disse...

Aguardando o comentário dos azedos/anti-Marisa Monte.

Bernardo Barroso Neto disse...

Bela música. Ouvi hoje realmente tem aquele clima bem antigo. Gostei bastante.

Pedro Progresso disse...

linda canção. pq Marisa não volta com músicas/interpretações assim?

André disse...

Belíssima canção!