Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


terça-feira, 26 de julho de 2011

Remi expõe versão supostamente inédita de 'Round Midnight' com Amy

Produtor envolvido na gravação dos dois álbuns de Amy Winehouse (1983 - 2011), Frank (2003) e Back to Black (2006), Salaam Remi postou em seu Twitter versão supostamente inédita - "Nunca ouvida antes", nas palavras exatas de Remi - de Round Midnight (1944) na voz da cantora britânica. A gravação foi divulgada nesta terça-feira, 26 de julho de 2011. Clássico do jazz, composto pelo pianista Thelonious Monk e letrado posteriormente por Bernie Hanighen, Round Midnight é música já conhecida na voz de Amy, já que figura na Deluxe Edition do álbum Frank, lançada no embalo do estouro mundial de Back to Black. Dois dias antes, em 24 de julho, Remi já havia divulgado inédita versão alternativa de Some Unholy War, música de autoria de Amy, lançada em Back to Black. Já as notícias sobre o terceiro álbum da artista são contraditórias. Há jornais e sites que sustentam que o CD já estava quase finalizado enquanto outros garantem que as gravações - se foram efetivamente iniciadas - estão em estado embrionário. Contudo, o fato é que parece haver material inédito de Amy Winehouse para alimentar a saudade dos fãs e o apetite da indústria da música. Tal material vai aparecer!

5 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Produtor envolvido na gravação dos dois álbuns de Amy Winehouse (1983 - 2011), Frank (2003) e Back to Black (2006), Salaam Remi postou em seu Twitter versão supostamente inédita - "Nunca ouvida antes", nas palavras exatas de Remi - de Round Midnight (1944) na voz da cantora britânica. A gravação foi divulgada nesta terça-feira, 26 de julho de 2011. Clássico do jazz, composto pelo pianista Thelonious Monk e letrado posteriormente por Bernie Hanighen, Round Midnight é música já conhecida na voz de Amy, já que figura na Deluxe Edition do álbum Frank, lançada no embalo do estouro mundial de Back to Black. Dois dias antes, em 24 de julho, Remi já havia divulgado inédita versão alternativa de Some Unholy War, música de autoria de Amy, lançada em Back to Black. Já as notícias sobre o terceiro álbum da artista são contraditórias. Há jornais e sites que sustentam que o CD já estava quase finalizado enquanto outros garantem que as gravações - se foram efetivamente iniciadas - estão em estado embrionário. Contudo, o fato é que parece haver material inédito de Amy Winehouse para alimentar a saudade dos fãs e o apetite da indústria da música. Tal material vai aparecer!

/Diego Xavier disse...

Teve site dizendo que havia música suficiente para três álbuns. De fato, eu já tinha ouvido pela internet (anos atrás) um álbum fan made só com raridades. Posso dizer que há sim algumas músicas ainda não lançadas, mas sinceramente espero que os CDs póstumos tragam novidades. Só espero que não dê a louca nos produtores e na gravadora e finjam que muita coisa já foi lançada nesses deluxes da vida.

Dango Costa disse...

Espero q nao façam como Renato Russo... q ficam lançando CDs de coletânia ou de versões com UMA inédita pra render mais discos.

Sansor disse...

Mesmo falida, a indústria continua implacável. E no caso da grande Amy, uma artista jovem, de enorme talento, que teria muito pra render ainda... é de se esperar que haja muuuuita picaretagem dos produtores pra lucrarem c/ a morte precoce da moça. Uma carreira tão curta e uma obra tão poderosa. Maravilhosa, eternamente.

Andreas disse...

Just a bit of blog walking… I accidently discovered this entry and became curious, even though I don’t speak portuguese. ‘Round Midnight is one of my alltime favourite songs, despite being one of the most delicate jazz compositions and a highly demanding task for every singer. I was able to get hold of Amy’s version and I just love it!
Usually, I dislike recordings posthumously released in favour of sales promotion, but in the case of this brilliant singer I really do hope we will be able to listen to her songs that are kept in the vaults somewhere, especially her jazz oriented recordings. I’m sure there is more like her splendid rendition of I Should Care…

Thanks for the hint!
AD