Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


segunda-feira, 31 de março de 2014

'Xscape', CD com oito registros inéditos de Michael, sai em maio via Sony

A Epic Records - gravadora vinculada à multinacional Sony Music - anunciou hoje, 31 de março de 2014, a edição do segundo álbum póstumo do cantor e compositor norte-americano Michael Jackson (1958 - 2009), Xscape. Com lançamento mundial agendado pela Sony Music para 13 de maio, Xscape vai apresentar oito gravações inéditas do artista que se autointitulou o Rei do Pop. O disco teve produção capitaneada por Timbaland nos EUA, com colaborações adicionais de produtores como Jerome Harmon, John McClain, Rodney Jerkins e StarGate. O projeto de Xscape é de L.A.Reid, presidente da Epic Records. A música-título Xscape é composição feita por Michael com Rodney Jerkins, que formatou com o cantor a até então inédita gravação da música. A gravadora não revelou os nomes das oito músicas de Xscape, álbum que já vai entrar em pré-venda a partir de amanhã, 1º de abril. Mas, além da faixa-título, o repertório inclui Slave to the rhythm, música homônima da composição lançada pela cantora jamaicana Grace Jones em 1985. Trecho curto de Slave to the rhythm vazou na web neste mês de março.

4 comentários:

Mauro Ferreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cassius Burle disse...

Quando o autor deste fantástico Blog anunciou pela primeira vez o lançamento deste segundo caça-níquel póstumo de Michael fiz meu comentário. Tomara que esta nova bobagem a ser lançada consiga fazer jus a um artista que foi outrora o maior astro pop solo do mundo. Embora pouca gente,ou quase ninguém, acredite nisso. Que Jackson possa enfim um dia descansar em paz.

Rafael M. disse...

Um absurdo lançarem apenas 8 faixas, sendo que MIchael tem mais de 100 inéditas... Ao meu ver, quando uma indústria do disco lança um álbum com apenas 8 faixas, fica realmente parecendo que ela está querendo ganhar somente grana.

Luan Lisboa disse...

Primeiro lugar, o cara não se ''autointitulou'' rei do pop. E em segundo, não importo de um album ter só 8 músicas. Se forem todas ótimas, pode ter apenas 5 músicas que não me importo.