Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


quinta-feira, 13 de março de 2014

Álbum icônico de Jones, 'Nightclubbing' é reeditado com 14 faixas-bônus

Título mais bem-sucedido da discografia da cantora jamaicana Grace Jones, Nightclubbing - álbum lançado pela Island Records em 1981 - vai ganhar edição expandida neste ano de 2014. Às nove músicas do álbum que gerou singles como Demolition man (Sting) e que foi batizado com o nome de música feita por David Bowie com Iggy Pop, a dupla reedição de Nightclubbing acrescenta 14 faixas-bônus alocadas em um segundo CD. Entre este material adicional, formado basicamente por remixes e versões exclusivas de singles, há dois registros inéditos, sobras das sessões de gravação do disco. As reais novidades são If you wanna be my lovermúsica ouvida em faixa de oito minutos - e Me! I disconnect from you, cover de música (de 1979) do repertório de Tubeaway Army (1976 - 1979), extinta banda britânica de new wave. Nightclubbing volta ao catálogo em edição remasterizada a partir das fitas originais. Eis as 23 músicas da edição dupla e expandida do álbum, com descrição da origem das faixas adicionais:

Disco 1
1. Walking in the rain
2. Pull up to the bumper
3. Use me
4. Nightclubbing
5. Art groupie
6. I’ve seen that face before (Libertango)
7. Feel up
8. Demolition man
9. I’ve done it again

Disco 2
1. Demolition Man (12” version) 

    - Lado A de single de fevereiro de 1981
2. Pull up to the bumper (Long version)
    - Lado A de single de junho de 1981
3. Feel up (Long version)
    - Lado B de single de junho de 1981
4. I’ve seen that face before (Libertango) (12” Version)
    - Lado A de single de julho de 1981
5. Walking in the rain (12” version)
     - Lado A de single de outubro de 1981
6. Pull up to the bumper (Remixed version)
    - Lado B de single de outubro de 1981
7 .Use me (Long version)
    - Faixa lançada na coletânea Private life: The Compass Point sessions
8. Pull up to the bumper (US party version)
    - Lado A de single promocional dos EUA
9. Feel up (Extended version)
    - Lado A de single promocional dos EUA
10. Pull up to the bumper (1985 Remix)
      - Lado A de single editado em cassete
11. Peanut butter (Pull up to the bumper instrumental)
      - Lado B de single editado em cassete
12. If you wanna be my lover
      - Gravação inédita
13. Me! I disconnect from you
      - Gravação inédita
14. Esta cara me es conocida (I’ve seen that face before - Libertango)
     - Lado A de single em espanhol

3 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Título mais bem-sucedido da discografia da cantora jamaicana Grace Jones, Nightclubbing - álbum lançado pela Island Records em 1981 - vai ganhar edição expandida neste ano de 2014. Às nove músicas do álbum que gerou singles como Demolition man (Sting) e que foi batizado com o nome de música feita por David Bowie com Iggy Pop, a dupla reedição de Nightclubbing acrescenta 14 faixas-bônus alocadas em um segundo CD. Entre este material adicional, formado basicamente por remixes e versões exclusivas de singles, há dois registros inéditos, sobras das sessões de gravação do disco. As reais novidades são If you wanna be my lover - música ouvida em faixa de oito minutos - e Me! I disconnect from you, cover de música (de 1979) do repertório de Tubeaway Army (1976 - 1979), extinta banda britânica de new wave. Nightclubbing volta ao catálogo em edição remasterizada a partir das fitas originais.

Eduardo Cáffaro disse...

Nossa, nossa, nossa ! NOSSAAAAAA ! Eu adoro esse CD ....tenho uma versão do japão muito legal com fotos diferentes, porque ná época não achei pra comprar na amazon, e um colega me trouxe do japão. Esse albuns é demais ...foto, capa, encarte, todas as faixas , os arranjos e claro a Voz da Grace, inconfundível. Vai sair aqui no Brasil tb ? Mauro ? ou teremos de importar ?

gunga disse...

Bem que poderiam incluir a versão de I've Seen That Face Before onde ela declama em português.