Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


quarta-feira, 29 de maio de 2013

Inédita dos Tribalistas, 'Joga arroz' tem o jeito de Brown e se comunica fácil

Resenha de single
Título da música: Joga arroz
Artistas: Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown e Marisa Monte
Autoria da música: Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown e Marisa Monte
Cotação: * * * *
Música disponível para audição e download no site oficial dos artistas

  Surpreendendo o universo pop, Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown e Marisa Monte lançam hoje, 29 de maio de 2013, Joga arroz, inédita música com jeito de jingle, composta e gravada pelo trio para sensibilizar políticos e a parcela mais conservadora da sociedade para a aprovação do Casamento Civil Igualitário (em bom português, casamento entre pessoas do mesmo sexo), projeto já regulamentado pelo Conselho Nacional de Justiça, mas ainda à espera de aprovação no Congresso Nacional. Embora não seja creditada oficialmente aos Tribalistas, mas aos três artistas, Joga Arroz é música com o d.n.a. do trio que gravou e lançou em 2002 álbum que virou mania nacional com sucessos como Já sei namorar (Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown e Marisa Monte, 2002) e Velha infância (Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown, Davi Moraes, Marisa Monte e Pedro Baby, 2002). A propósito, Joga arroz remete a Já sei namorar pela comunicabilidade, pela capacidade de falar com as massas sem papo cabeça, mas, no caso, passando com clareza a mensagem de que qualquer forma de amar vale a pena e merece ser abençoada de forma oficial pelos cartórios e pela sociedade. Musicalmente, Joga arroz tem a cara e a pegada da obra de Brown. Mas o arranjo leve - que combina ukuleles (tocados por Marisa e Dadi), violão (o de Cezar Mendes), guitarra (a de Pignose) e programações (pilotadas com sutileza por Thiago Pugas e por Brown, que também toca baixo e percussão) -  deixa a música com jeito de pop tribalista. E isso é um elogio. O trio sabe se comunicar com o público de A a Z sem apelar para o populismo. Gravada neste mês de maio de 2013, Joga arroz é jogada na rede no momento em que a questão do casamento gay fervilha na internet e mobiliza a sociedade, dividindo opiniões. Com letra sucinta que troca casais históricos como Romeu & Julieta e Sansão & Dalila, Joga arroz contribui para mostrar que, se encarado de coração aberto, o casamento civil igualitário é algo natural e até simples como a sedutora música inédita dos tribalistas. Pode vir a ser um dos grandes hits do ano...

15 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Surpreendendo o universo pop, Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown e Marisa Monte lançam nesta quarta-feira, 29 de maio de 2013, Joga arroz, música inédita composta e gravada pelo trio para sensibilizar políticos e a parcela mais conservadora da sociedade para a aprovação do Casamento Civil Igualitário (em bom português, casamento entre pessoas do mesmo sexo), projeto já regulamentado pelo Conselho Nacional de Justiça, mas ainda à espera de aprovação no Congresso Nacional. Embora não creditada oficialmente aos Tribalistas, mas aos três artistas, Joga Arroz é música com o d.n.a. do trio que gravou e lançou em 2002 álbum que virou mania nacional com sucessos como Já sei namorar e Velha infância. A propósito, Joga arroz remete a Já sei namorar pela comunicabilidade, pela capacidade de falar com as massas sem papo cabeça, mas, no caso, passando com clareza a mensagem que qualquer forma de amar vale a pena e merece ser abençoada de forma oficial pela Igreja e pela sociedade. Musicalmente, Joga arroz tem a cara e a pegada da obra de Brown. Mas o arranjo leve - que combina ukeleles (tocados por Marisa e Dadi), violão (o de Cezar Mendes), guitarra (a de Pignose) e programações (pilotadas com sutileza por Thiago Pugas e Brown, que também toca baixo e percussão) - deixa a música com jeito de pop tribalista. E isso é um elogio. O trio sabe se comunicar com o público de A a Z sem apelar para o populismo. Gravada neste mês de maio de 2013, Joga arroz é jogada na rede no momento em que a questão do casamento gay fervilha na internet e mobiliza a sociedade, dividindo opiniões. Com letra sucinta que troca casais históricos como Romeu & Julieta e Sansão & Dalila, Joga arroz contribui para mostrar que, se encarado de coração aberto, o casamento civil igualitário é algo natural e até simples como a sedutora música inédita dos tribalistas. Tem tudo para ser um dos grandes hits do ano.

Rafael M. disse...

O correto é ukulele, não ukelele.

Mauro Ferreira disse...

Grato pelo toque, Rafael.

Rafael M. disse...

A canção não tem nada de mais, é fraquinha... Nem acho que é questão de ganhar 4 estrelas. Vale mais pela causa humanitária e correta.

lurian disse...

Fraquíssima, realmente vale mais pela causa... mas pode haver por trás o propósito de se comunicar facilmente desde às crianças até os mais velhos...

Maria disse...

Grandes hits do ano é um baita exagero! me desculpe Mauro.
A música é bem ruinzinha o que será que o meu amigo Zé Henrique achou? rsrsrs.

paulo s. disse...

Estou começando a torcer pro meu filho nascer gay. Vai reinar (se for artista), certamente!

Marcelo disse...

A música é muito ruim....

Estalactites hemorrágicas disse...

Sim, gostei não

Maurício disse...

a música é muito ruim.

Tiago Rios disse...

Fraca, fraca, vale pela causa.

Fabio disse...

Acho que o Mauro quer casar! Só sendo muito purpurinado pra dar **** pra uma música tão lixo!

Renato Gonçalves disse...

É um jingle e funciona muito bem como tal.

ADEMAR AMANCIO disse...

Eu como gay acho que valeu pela causa,apesar de pessoalmente ser contra casamento gay e hétero também.Cada macaco no seu galho (ou melhor sua casa).

mauricio dias disse...

Gostei bastante. Exatamente, é um jingle, tem que ser fácil, rápida e comunicativa.