Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Com dois álbuns inéditos no País, Joyce opta por lançar 'Tudo' no Brasil

Ao longo de 2012, Joyce Moreno lançou dois álbuns no mercado externo. Rio de Janeiro - ou simplesmente Rio, como creditado na capa da edição do selo inglês Far Out - foi lançado no primeiro semestre de 2012 na Europa. No segundo semestre, Tudo - álbum de inéditas autorais - chegou às lojas do Japão. Na impossibilidade de lançar de imediato os dois CDs no Brasil, a cantora e compositora carioca decidiu lançar primeiramente Tudo no mercado nacional. A decisão foi tomada após uma enquete informal promovida por Joyce com seu público. Tudo apresenta parcerias de Joyce com Paulo César Pinheiro (Quero ouvir João e Dor de amor é água), Teresa Cristina (Sem poder dançar), Nelson Motta (Estado de graça, "bossa super slow" na definição de Joyce) e Zé Renato (Pra você gostar de mim), convidado da já citada faixa Dor de amor é água. Sozinha, Joyce assina oito das 13 músicas: Tringuelingue, Aquelas canções em mim, Puro ouro (samba gravado com Alfredo Del Penho, João Cavalcanti, Moyseis Marques e Pedro Miranda), Choro do anjo, Boiou (com arranjo vocal de Maurício Maestro), TudoDomingo de manhã e Claude et Maurice (com um arranjo vocal de Maestro).

5 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Ao longo de 2012, Joyce Moreno lançou dois álbuns no mercado externo. Rio de Janeiro - ou simplesmente Rio, como creditado na capa da edição do selo inglês Far Out - foi lançado no primeiro semestre de 2012 na Europa. No segundo semestre, Tudo - álbum de inéditas autorais - chegou às lojas do Japão. Na impossibilidade de lançar de imediato os dois CDs no Brasil, a cantora e compositora carioca decidiu lançar primeiramente Tudo no mercado nacional. A decisão foi tomada após uma enquete informal promovida por Joyce com seu público. Tudo apresenta parcerias de Joyce com Paulo César Pinheiro (Quero ouvir João e Dor de amor e água), Teresa Cristina (Sem poder dançar), Nelson Motta (Estado de graça, "bossa super slow" na definição de Joyce) e Zé Renato (Pra você gostar de mim), convidado da já citada faixa Dor de amor e água. Sozinha, Joyce assina oito das 13 músicas: Tringuelingue, Aquelas canções em mim, Puro ouro (samba gravado com Alfredo Del Penho, João Cavalcanti, Moyseis Marques e Pedro Miranda), Choro do anjo, Boiou (com arranjo vocal de Maurício Maestro), Tudo, Domingo de manhã e Claude et Maurice (com um arranjo vocal de Maestro).

Maria disse...

Excelente notícia. Joyce Moreno é uma das nossas jóias da MPB uma compositora maravilhosa!
Muitas cantoras hoje em dia compõem, mas é de contar nos dedos as boas compositoras de fato.
PS: Gostei da partipação da nova geração do Samba ótimos nomes como João Cavalcanti e Pedro Miranda.

Rafael M. disse...

Ótimo saber que "Tudo" finalmente será lançado por aqui. Há meses estava atrás desse disco, e agora será possível ouvir suas novas canções. Aliás, por quê alguma gravadora como a Biscoito Fino não lança logo de uma vez o "Rio de Janeiro", tendo em vista que eles já lançaram por aqui outros títulos dela lançados pela Far Out. Que vacilo da gravadora.

Toninho Lima disse...

O CD "Tudo" foi uma das gratas surpresas de 2012, um dos melhores discos do ano.

Feliz do Brasil em ter uma artista da qualidade da Joyce, que, infelizmente precisa lançar seus discos quase sempre primeiro lá fora... Enorme burocracia para importar esse Cd do Japão, mas valeu... e muito!

Agora, tomara que a Biscoito Fino não mude a capa, pois essa aí está lindona! :)

rogerio santos disse...

Fui ao show no SESC Pompéia e concordo com a escolha. Espero que "Rio" também seja lançado futuramente. Mas autorais inéditas são autorais inéditas e "tudo" tem esse viés.

Abração, Rogerio