Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Com 'Micróbio do Samba', Calcanhotto faz exaltação à Mangueira em CD

Adriana Calcanhotto caiu no samba. Estimulada pela excelente repercussão dos sambas que deu para Marisa Monte (Vai Saber, feito para Mart'nália, mas gravado por Marisa em 2006) e Teresa Cristina (Beijo Sem, feito para Marisa, mas gravado por Teresa Cristina em 2009 em dueto com Marisa), a cantora e compositora gravou um disco inteiramente de sambas. O CD se chama O Micróbio do Samba e vai ser lançado em 21 março de 2011, no Brasil e em Portugal. O álbum contabiliza 12 temas. Com as exceções de Vai Saber e Beijo Sem, todos são inéditas. Num dos sambas inéditos, Tá na Minha Hora, já disponibilizado para audição pela artista em seu site oficial, Calcanhotto exalta seu amor pela Mangueira em letra com a espirituosidade típica da autora. Editado pela Sony Music, O Micróbio do Samba foi gravado com trio formado pelos músicos Alberto Continentino (baixo), Davi Moraes (violão e percussão) e Domenico Lancelotti (bateria e percussão). Após o lançamento, Calcanhotto sairá em turnê.

21 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Adriana Calcanhotto caiu no samba. Estimulada pela excelente repercussão dos sambas que deu para Marisa Monte (Vai Saber, feito para Mart'nália, mas gravado por Marisa em 2006) e Teresa Cristina (Beijo Sem, feito para Marisa, mas gravado por Teresa Cristina em 2009 em dueto com Marisa), a cantora e compositora gravou um disco inteiramente de sambas. O CD se chama O Micróbio do Samba e vai ser lançado em 21 março de 2011, no Brasil e em Portugal. O álbum contabiliza 12 faixas. Com as exceções de Vai Saber e Beijo Sem, todas são inéditas. Num dos sambas inéditos, Tá na Minha Hora, já disponibilizado para audição pela artista em seu site oficial, Calcanhotto exalta seu amor pela Mangueira em letra com a espirituosidade típica da autora. Editado pela Sony Music, O Micróbio do Samba foi gravado com trio formado pelos músicos Alberto Continentino (baixo), Davi Moraes (violão e percussão) e Domenico Lancelotti (bateria e percussão). Após o lançamento, Calcanhotto sairá em turnê.

Diogo Santos disse...

Não vi nada demais em sambas como VAI SABER e BEIJO SEM e esse TÁ NA MINHA HORA não me disse muito também. Nada contra a Adriana Calcanhotto nem contra a Mangueira.


Mas vou esperar o album ...

Fábio Passadisco disse...

Que bom... depois do "Micróbio do Frevo" de Silvério Pessoa, vem aí o "Micróbio do Samba" de Adriana Calcanhotto.

lurian disse...

Se o projeto for revitalizador como o fez Silvério Pessoa em Micróbio do frevo, pode ser que venha coisa boa por ai. Acho "Vai saber" linda, linda!

Anônimo disse...

Canhoto Samba

Ih lá vem ela,
lá vem ela
pisar num terreno minado,
sem sapateado que faça juz à tal empreitada
lá vem ela toda espevitada
querendo fazer um traçado
mas sem tarimba pra qualquer batuque.
não tem muque na garganta
não canta com repenique
e quer pisar forte
só com muita sorte!
só com muita sorte
essa menina sai dessa inteira

samba não é esporte
samba não é brincadeira de criança
menina, não faça lambança
na Mangueira!

Jorge Reis disse...

QUISERA EU QUE OUTROS QUE SE ARVORAM DEUSES DA MPB ME SURPREENDESSEM SEMPRE COMO ADRIANA QUE NUNCA NOS APRESENTA O MAIS DO MESMO.
MESMO QUE NÃO SEJA UM PRIMOR, TEM CORAGEM DE BUSCAR NOVOS PORTOS ONDE ATRACAR...
QUE OS BONS VENTOS LHE FAVOREÇAM...

Anônimo disse...

Wow, que bela notícia!
Calcanhoto tem mandando super bem nos sambas - gostei tb dessa música nova.
Como bem lembrou o Fábio, o nome do disco - super propício - deve ser tb uma alusão a esse frevo.
Tem tudo pra ser um cd super classudo e bonito.
Bem mais Universo Ao Meu Redor que Samba Meu.

Anônimo disse...

Só agora li a letrinha jocosa e preconceituosa do Edu.
Cara, pelos seus comentários pensei que vc tivesse uma cabeça mais aberta.
Não foi vc que disse que a Salmaso e Guinga estariam embalsamados?
E agora vem colocar o samba em um curralzinho?
Contradições são sempre bem vindas, engrandecem uma pessoa, mas com um pingo de coerência, né?!
Não tem tarimba pra o batuque por que é branca e gaúcha?
Paulinho da Viola tem "muque" na garganta?
Sorte é sempre bem vinda, mas a Adriana vai precisar de pouca.
Já que é bastante talentosa.
Lamento sua obtusidade, Edu.

"Deixe a menina sambar em paz"

Diogo Santos disse...

Quero que faça sucesso pois se este fracassar ela vira Partimpim de novo e aí já sabe né ? Mais do mesmo ...

Diogo Santos disse...

Desconhecia essa letra Edu.10!

Santana Filho disse...

Adriana é contemporânea sem ser 'muderna'; gosto disso.
E suas canções telegráficas, cinematográficas costumam ter charme.
A conferir, sem dúvida.

Je suis disse...

http://www.youtube.com/watch?v=BRa8b7VyKis

Anônimo disse...

Desculpe, Zé Henrique!
Não queria ofendê-lo.

Agora, escutando o link do nosso colega Je Suis, reafirmo o que escrevi na poesia despretensiosa:
Isso não é samba, nem aqui nem na China. ( no máximo uma marcha acirandada!)
O epíteto "Samba" tá sempre na moda, e se valer dessa nomenclatura é normal entre os "muderninhos". Mas raspando o tacho sobra pouco samba no balaio. Fica o nome na capa e... só.

" A falsa baiana quando entra no samba
Ninguém se incomoda, ninguém bate palma
Ninguém abre a roda, ninguém grita ôba
Salve a bahia, senhor"

p.s. obrigado Diogo!

Anônimo disse...

Fala, Edu, eu já tinha ouvido a música - o Mauro disponibilizou na nota. Vc nem sequer tinha ouvido?
O samba pode ser puro, mas não precisa necessariamente cê-lo. Ficar preso a compassos...
Cada artista vai usá-lo como influência a seu modo. E enriquecê-lo.
Fake seria se a Adriana fizesse um cd a lá Clara Nunes.
Juro que não entendo, ao invés de se comemorar uma artista talentosa flertando com o ritmo maior do Brasil, se joga pedras.
O samba não tem que ficar preso nos Monarcos(genial!) da vida. Entrincheirado na Mangueira e em Oswaldo Cruz. Isso seria matá-lo por inanição.
Deixe-o circular, ver novas paisagens, ganhar novas roupagens...
Enfim, dexei-o ser feliz.

PS: Vc não me ofendeu. Vc, pelos seus comentários anteriores, me decepcionou. Não me parecia ser da turminha de matuzalens.

Abraço

Anônimo disse...

Vixe, devo desculpas ao português.
Errinhos são bem vindos, humanizam.
Mas, crassos, faz vergonha.
Aí em cima leia-se "sê-lo" com S de samba! :>)

PS: Cello vai bem no samba. Como bem mostrou os belíssimos discos do Argemiro e da Marisa Monte.

Anônimo disse...

Amei Canhoto no samba, gravaria se eu pudesse, acho que a Adriana, que tem muito senso de humor, cantaria.

Anônimo disse...

Mauro, vc sabe dizer quem é o produtor?
Desde já agradeço.

Mauro Ferreira disse...

Não, Zé, essa informação ainda não foi divulgada, mas acredito que tenha sido Adriana junto com o trio.

Mauro Ferreira disse...

Não, Zé, essa informação ainda não foi divulgada, mas acredito que tenha sido Adriana junto com o trio.

Luisa disse...

O disco foi produzido pela Adriana e Daniel Carvalho, engenheiro de som e filho do mestre Dadi Carvalho.
O trio que acompanha ela é de primeira!

Je suis disse...

"Eu Vivo A Sorrir" é o primeiro single de "O Micróbio do Samba" em Portugal!

http://www.4shared.com/audio/HiQVMW5b/euvivoasorrir.html

http://www.fotolog.com.br/microbiodosamba

http://www.youtube.com/watch?v=CyYErBgmspE

A risadinha dela é a melhor, rs