Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


segunda-feira, 14 de julho de 2014

Salmaso dá voz às parcerias de Guinga com Pinheiro no CD 'Corpo de baile'

A foto acima - clicada por Dani Gurgel no estúdio da gravadora Biscoito Fino - flagra Mônica Salmaso durante as sessões de gravação de seu décimo álbum, Corpo de baile. Nas lojas entre o fim deste mês de julho de 2014 e o início de agosto, em edição da gravadora Biscoito Fino, o CD Corpo de baile é disco inteiramente dedicado à parceria do compositor carioca Guinga com o poeta e compositor carioca Paulo César Pinheiro. Antes de ganhar visibilidade na mídia por conta da obra assinada com Aldir Blanc, no início dos anos 1990, Guinga tinha sólida parceria com Pinheiro. Muitos títulos dessa parceria permanecem inéditos em disco. Em Corpo de baile, a cantora paulista dá sua voz precisa a músicas já gravadas - como Bolero de Satã (1976), Quadrão (1980), Nonsense (1989), Porto de Araújo (1989), Noturna (1989) e Fonte abandonada (2003) - entre inéditas como Navegante, Sedutora, Curimã, Rancho das sete cores, Fim dos tempos e a música-título Corpo de baile. Os arranjos são de feras como Dori Caymmi, Nailor Proveta e Teco Cardoso.

6 comentários:

Mauro Ferreira disse...

A foto acima - clicada por Dani Gurgel no estúdio da gravadora Biscoito Fino - flagra Mônica Salmaso durante as sessões de gravação de seu décimo álbum, Corpo de baile. Nas lojas entre o fim deste mês de julho de 2014 e o início de agosto, em edição da gravadora Biscoito Fino, o CD Corpo de baile é disco inteiramente dedicado à parceria do compositor carioca Guinga com o poeta e compositor carioca Paulo César Pinheiro. Antes de ganhar visibilidade na mídia por conta da obra assinada com Aldir Blanc, no início dos anos 1990, Guinga tinha sólida parceria com Pinheiro. Muitos títulos dessa parceria permanecem inéditos em disco. Em Corpo de baile, a cantora paulista dá sua voz precisa a músicas já gravadas - como Bolero de Satã (1979), Quadrão (1980), Nonsense (1989), Porto de Araújo (1989), Noturna (1991) e Fonte abandonada (2003) - entre inéditas como Navegante, Sedutora, Violada e a música-título Corpo de baile. Os arranjos ficaram entre Dori Caymmi e Paulo Aragão (do Quarteto Maogani).

Rafael M. disse...

O CD está em pre-venda na Saraiva.

william disse...

Maravilha!, um disco previamente excelente da Mônica Salmaso! Guinga ( na música ) e Paulo César Pinheiro ( nas letras) são meus ídolos ( além de Caetano Veloso e Aldir Blanc, respectivamente), ou seja, tudo bem demais! Será que ela vai gravar "Alma Vazia"?, música lindíssima dos dois que eu vi num show do Guinga com a Paula Santoro em BH, há uns sete anos?

ADEMAR AMANCIO disse...

Mônica Salmaso é a prova viva de que a MPB ainda pulsa.Quanto a "Bolero de Satã",não recomendaria.

Rafael M. disse...

William, ela não gravou "Alma Vazia", infelizmente. No site da Saraiva tem a relação de faixas do disco, que está na pré-venda.

william disse...

Grato pela informação, Rafael, fui no site da Saraiva e vi que, de fato, ela não gravou,infelizmente. Uma pena, espero que essa música seja gravada em algum momento pq é muito bonita. De qquer forma, o disco promete ( "Navegante" tb foi cantada no show, parece que é um fado, ótima ) e ouvir músicas ( antigas e inéditas) do Guinga e Paulo C. Pinheiro já nos deixa animados! valeu, abç...