Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


terça-feira, 29 de julho de 2014

Imbruglia lança em 2015 álbum de 'covers' em que canta Blur, INXS e Neil

 Natalie Imbruglia - cantora e compositora australiana que ficou marcada como artista de um hit só (Torn, sucesso mundial de seu primeiro álbum Left of the middle, lançado em 1997) - vai voltar ao mercado fonográfico em 2015. Cinco anos após lançar o álbum Come to life (Malabar Records, 2009), Imbruglia anuncia o lançamento, via Sony Masterworks, de álbum de covers em que a artista aborda músicas do duo francês Daft Punk, do grupo britânico Blur, da banda australiana INXS, do grupo norte-americano Queens of the Stone Age e do cantor e compositor canadense Neil Young, entre outros nomes. Billy Mann e Christian Medice são os produtores do quinto álbum de estúdio da artista. O repertório do CD (ainda) não foi divulgado.

3 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Natalie Imbruglia - cantora e compositora australiana que ficou marcada como artista de um hit só (Torn, sucesso mundial de seu primeiro álbum Left of the middle, lançado em 1997) - vai voltar ao mercado fonográfico em 2015. Cinco anos após lançar o álbum Come to life (Malabar Records, 2009), Imbruglia anuncia o lançamento, via Sony Masterworks, de álbum de covers em que a artista aborda músicas do duo francês Daft Punk, do grupo britânico Blur, da banda australiana INXS, do grupo norte-americano Queens of the Stone Age e do cantor e compositor canadense Neil Young, entre outros nomes. Billy Mann e Christian Medice são os produtores do quinto álbum de estúdio da artista. O repertório do CD (ainda) não foi divulgado.

É Mais Unidade e Ação disse...

Essa moça tinha/tem uma voz legal comparada a outras, fez um clipe bonitinho, virou hit, mas não emplacou. Sinal de que nem sempre talento apenas basta? Ou de que ainda há mais mistérios no show business e na industria fonográfica do que supõe nossa vã filosofia.

Nando Moraes disse...

Considencia, ontem mesmo falavamos eu e minha eposa sobre ode estaria esta cantora.