Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Roberto Carlos conserva tradição na embalagem e título do EP 'Remixed'

Era para ser um álbum - e com um título bastante criativo, Reimixed, que aludiria ao fato de Roberto Carlos ser o Rei para boa parte dos brasileiros. Mas o álbum acabou virando um EP de título Remixed, editado no rastro do sucesso do EP Esse cara sou eu (2012), que teria roçado os dois milhões de cópias vendidas. Nas lojas no início de dezembro de 2013, em edição que vai ser distribuída pela Sony Music, o EP Remixed enfileira versões dançantes de cinco músicas assinadas por Roberto com Erasmo Carlos. Os DJs Dexter, Erick Morillo, Felipe Venâncio, Harry Romero, Jose Nunez, MauMau e Memê jogam na pista as músicas É proibido fumar (1964), Se você pensa (1968), É preciso saber viver (1968), O portão (1974) e Fera ferida (1982). Todos os cinco remixes são inéditos em disco. Um outro remix de Se você pensa - assinado pelo DJ Memê - já tinha sido lançado em álbum editado por Roberto em 2002, mas não é o mesmo ouvido em Remixed, projeto capitaneado pelo DJ Felipe Venâncio. Além do título trivial, que descarta o trocadilho do título original, a capa azul do EP já estampa o conservadorismo do Rei.

16 comentários:

Mauro Ferreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sombaratinho disse...

Pô, Mauro, o "Rei" não muda mesmo. A mesmice e a pobreza de criação, de ousadia imperam nas capas dos discos de som medíocre dele. Pena. Já poderia estar se aposentando. Pelo amor de Deus!

Sombaratinho disse...

Cara, é incrível como esse tal Rei não ousa nem mesmo nas capas dos álbuns há décadas. Pena. É muito pobre de criação. Pelo amor de Deus! Tô fora, graças ao meu Bom Senhor.

falsobrilhante disse...

QUE BOSTA!!!

Damião Costa disse...

Mediocridade tem quem não reconhece o valor do Rei na música brasileira e só ouve modismos e ainda vem julgar o Rei, tenha santa paciência. Obrigado meu Deus por eu viver na mesma época desse ser tão maravilhoso.

Mauricio Barbosa disse...

Deus me livre,nunca gostei de ouvir a voz dele. Imagina a mesma foto,a mesma cor azul,as mesmas músicas. Se aposenta meu filho.

paulo s. disse...

Que se danem a capa e a foto. Música é som. Embora o som do Roberto nunca tenha me agradado, ele é indiscutivelmente o melhor PRODUTO na área musical.
É o que vale.

Doug Carvalho disse...

Acho engraçado as pessoas que falam de Roberto Carlos como se alguma vez na vida ele tivesse sido adepto de novidades.

OK OK OK... lá nos idos de 1965, quando rock ainda era coisa de bons mocinhos que queriam posar de meninos maus, até podia ser, mas a partir dos 70 Roberto Carlos virou um senhor quadradão, cafona, que, durante um tempo (já passado a pelo menos 30 anos) fez um bom punhado de boas músicas, e só.

Mas o que me faz gargalhar mesmo são os fãs de Roberto criticarem "modismos" dos outros quando é o seu ídolo quem convida Paulas Fernandes, Empreguetes, MCs Leozinhos, Anittas, Claudinhas Leittes e toda e qualquer porcaria que esteja na MODA para seu programa de fim de ano.

Roberto deu a SORTE de nascer na década de 40 e ter estourado na efervescência dos anos 60, pq se fosse mais novo iria era estar no mesmo balaio de qualquer sertanejo universitário de hoje em dia. E não seria melhor que nenhum Luan Santana ou Gusttavo Lima.

Artur Torres disse...

Roberto Carlos vive da imagem desgastada há anos e das estratégias de marketing que servem de segurança pra manter o seu sucesso. Eu vi a propaganda do CD e não achei nada demais.

aguiar_luc disse...

Isso vai babar!!! G-sus!

Damião Costa disse...

Quem acha que Roberto não inova é pq não conhece a obra do Rei, ouve alguma coisa aqui e acolá. ROBERTO É O REI.

Damião Costa disse...

Comparem canções como ; Por ela, Vê sse volta pra mim, Seres humanos, Furduncio, Só vc não sabe.Nessas poucas q citei existem 5 estilos diferentes. É melhor conhecer p não falar merda.

Alex Cesar disse...

Sou muito fã do Roberto e por isso mesmo em acho no direito de criticar certas coisas que ele vem fazendo... um EP desses é o fim. Pôxa, se não quer mais gravar nada, deveria lançar o que está na gaveta (Roberto e Wanderléa) um projeto, que segundo um amigo do Rio, chegou a ser pensado e gravado algumas canções, mas nunca lançado. Acho melhor ele pensar em aposentadoria e a gente ficar na saudade de vê-lo, mas ouvindo suas canções que marcaram as nossas vidas. Porque essas porcarias... nem acredito que é o Roberto. Seria bem melhor lançar em DVD os shows antigos da Globo. Faria mais sucesso. Tenha santa paciência para ouvir isso, eca!

Alex Cesar disse...

Sou muito fã do Roberto e por isso mesmo em acho no direito de criticar certas coisas que ele vem fazendo... um EP desses é o fim. Pôxa, se não quer mais gravar nada, deveria lançar o que está na gaveta (Roberto e Wanderléa) um projeto, que segundo um amigo do Rio, chegou a ser pensado e gravado algumas canções, mas nunca lançado. Acho melhor ele pensar em aposentadoria e a gente ficar na saudade de vê-lo, mas ouvindo suas canções que marcaram as nossas vidas. Porque essas porcarias... nem acredito que é o Roberto. Seria bem melhor lançar em DVD os shows antigos da Globo. Faria mais sucesso. Tenha santa paciência para ouvir isso, eca!

Cassius Burle disse...

Roberto Carlos divide opiniões, sempre amado por uns e execrados por outros. Sempre gostei das músicas dos anos 60 e 70 do Rei e que ele é o maior cantor brasileiro de todos os tempos não se discute. O que estranho é que o Rei, sempre tão meticuloso com seu repertório permita que se lancem bobagens como estas. Parece que a vontade de vender 2 milhões de discos no natal fala mais alto...

Cassius Burle disse...

Roberto Carlos divide opiniões, sempre amado por uns e execrados por outros. Sempre gostei das músicas dos anos 60 e 70 do Rei e que ele é o maior cantor brasileiro de todos os tempos não se discute. O que estranho é que o Rei, sempre tão meticuloso com seu repertório permita que se lancem bobagens como estas. Parece que a vontade de vender 2 milhões de discos no natal fala mais alto...