Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


terça-feira, 12 de novembro de 2013

Eis a capa do CD/ DVD 'Carta de amor', show gravado por Bethânia no Rio

Eis as capas de Carta de amor, DVD e CDs que registram show gravado por Maria Bethânia em 13 e 14 de abril de 2013, em apresentações na casa Vivo Rio, no Rio de Janeiro (RJ). Além do DVD, previsto para chegar efetivamente às lojas no início de dezembro, a gravação ao vivo também dá origem a dois CDs vendidos de forma avulsa pela gravadora Biscoito Fino (cada CD reproduz um ato do show). O roteiro perpetuado na gravação inclui inédita do compositor paraibano Chico César, Estado de poesia, e músicas gravadas pela primeira vez pela cantora baiana, casos de A casa é sua (Arnaldo Antunes e Ortinho, 2009) e Quem me leva os meus fantasmas (Pedro Abrunhosa, 2007). Eis o roteiro em dois atos do show Carta de amor tal como eternizado no DVD simples e nos dois CDs avulsos produzido pelas gravadora Biscoito Fino:

Ato I
1. Canções e momentos (Milton Nascimento e Fernando Brant, 1986)
2. Sangrando (Gonzaguinha, 1980)
3. Salmo (Raphael Rabello e Paulo César Pinheiro, 2002)
4. Dona do raio e do vento (Paulo César Pinheiro, 2006)
5. Cântico negro (José Régio, Vinicius de Moraes, Luiz Carlos Lacerda e Clarice Lispector) - texto /
6. Não enche (Caetano Veloso, 1997)
7. Fogueira (Ângela RoRo, 1983)
8. Casablanca (Roque Ferreira, 2012)
9. Na primeira manhã (Alceu Valença, 1980)
10. Calúnia (Marino Pinto e Paulo Soledade, 1951)
11. Negue (Adelino Moreira e Enzo de Almeida Passos, 1960)
12. Barulho (Roque Ferreira, 2007)
13. Fera ferida (Roberto Carlos e Erasmo Carlos, 1982)
14. Quem me leva os meus fantasmas (Pedro Abrunhosa, 2007)
Intervalo
15. Cais (Milton Nascimento e Ronaldo Bastos, 1972) - instrumental banda
16. Maria Maria (Milton Nascimento e Fernando Brant, 1976) - Instrumental banda
Ato II
17. Festa (Gonzaguinha, 1968)
18. Dora (Dorival Caymmi, 1945)
19. Lua branca (Chiquinha Gonzaga, 1912)
20. Estado de poesia (Chico César, 2012)
21. Adeus Guacyra (Heckel Tavares e Joracy Camargo, 1933)
22. A nossa casa (Arnaldo Antunes, Alice Ruiz, Paulo Tatit, João Bandeira, Celeste Moreau, Derdik e Sueli Galdino, 2004)
23. Marambaia (Henricão e Rubens Campos, 1944)
24. A casa é sua (Arnaldo Antunes e Ortinho, 2009)
25. Santo Amaro Ê Ê (domínio público) /
      Quixabeira (domínio público) /
      Reconvexo (Caetano Veloso, 1989) /
      Minha senhora (domínio público) /
      Viola meu bem (domínio público) /
      Reconvexo (Caetano Veloso, 1989)
26. Minha casa (Joubert de Carvalho, 1946)
27. Velho Francisco (Chico Buarque, 1987)
28. Carta de amor (Paulo César Pinheiro com texto de Maria Bethânia, 2012)
29. Escândalo (Caetano Veloso, 1981)
30. Salmo (Raphael Rabello e Paulo César Pinheiro, 2002)
31. Canções e momentos (Milton Nascimento e Fernando Brant, 1986)
32. Mensagem (Aldo Cabral e Cícero Nunes, 1945) /
      Cartas de Amor (Fernando Pessoa) - texto
33. Explode coração (Gonzaguinha, 1978)
34. O que é o que é (Gonzaguinha, 1982)

32 comentários:

Mauro Ferreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fabio disse...

Yessssssss 👏👏👏👏👏

Rhenan Rodrigo disse...

AêêÊ! :D

Poxa, que capa simples. =/

Mas a foto é linda. Bethânia está linda!

Tiago Rios disse...

Adorei!!! Vi os preços da pré-venda e milagrosamente não achei a facada habitual que a Biscoito Fino costuma cobrar nos DVDs de Dona Maria, tomara que não atrase!

Jarele Rocha disse...

Brusco e sereno, mas confesso que esperava mais dessa arte.

Léo Alves disse...

Depois da pobreza visual exibida na capa do DVD/CD "Feliz da Vida", da Angela Ro Ro, a Biscoito Fino perdeu o status de Elite no tocante à produção gráfica dos estojos que embalam os discos lançados com a sua marca.
Em relação à MariBeth, a capa está tão preguiçosa quanto a artista, que em seus últimos shows tem se mostrado repetitiva ao extremo.
Mas, como fã que sou, confesso que não deixarei de fora mais este item para a minha coleção.

Léo Alves disse...

A Biscoito Fino perdeu toda a sua credibilidade criativa em relação à produção gráfica dos estojos que embalam os álbuns lançados com a sua marca quando resolveu por no mercado a ridícula (pobre e feia) capa do CD/DVD "Feliz da Vida" da Angela Ro Ro.
Em relação à "Carta de Amor", a capa do álbum está tão preguiçosa quanto a MariBeth, que em seus últimos shows tem se mostrado repetitiva ao extremo.
Mas, como fã que sou, não deixarei de adquirir mais este item para a minha coleção.

Rafael Daher disse...

Aguardando para ver o que é bom. =)

Eduardo Cáffaro disse...

A BF deve ter dispensado os profissionais que faziam a arte das capas, como eu já comentei na capa da Angela Rorô, quem esta fazendo deve ser algum executivo da área de exatas. Basta comparar As capas de Pirata e Mar de Sophia ... com esse que vai ser lançado agora. E olha que o próprio Mauro ja postou aqui fotos extraordinárias desse show Carta de Amor, que dariam capas fantásticas. E acho até legal lançar em 2 cds avulsos. Mas os box duplos de Cds de Shows da Bethânia sempre foram lindos. Tão com essa mania desde o LuziDia ... a mesma Capa para os 2 cds. Eh preguiça !

Fernando disse...

Belíssima capa que deixa a todos nós ainda mais ansiosos pela chegada do CD/DVD. O raio de iansã vem por aí cegando o aço das armas de quem guerreia. Parabéns ao blog pela notícia do lançamento e pela delicada dedicação à obra da intérprete.

Nick Nolte disse...

O mesmo disco há anos, canta a mesma coisa, declama a mesma coisa...cansaço...

Nick Nolte disse...

Mesma coisa há anos.....declama a mesma coisa....canta a mesma coisa....cansaço........

André Morais disse...

adoro Bethânia, mas sempre consigo adivinhar seu repertório,a sinto fazendo o mesmo espetáculo, mudando alguns detalhes aqui e acolá... Acho que todos seus dvds terminam com O que é o que é,estou enganado? Gostaria de vê-la fazer uma coisa completamente diferente, saindo da sua área de conforto... mas ainda assim a admiro e a ouço com prazer!

Catarina Leal disse...

A capa: Bethânia cantando "Adeus Guacyra". Muito bem mas, na minha opinião, essa capa não transmite plenamente a essência do show Carta de Amor, a força dele, o ritmo vibrante...

Sandro Mendes disse...

Assim cantou o mano Caetano:

Me larga, não enche
Você não entende nada
E eu não vou te fazer entender...

Me larga, não enche
Me deixa cantar, me deixa cantar
Me deixa cantar, me deixa cantar...

E assim canta a Abelha Rainha. "A voz de uma pessoa vitoriosa".

Douglas Carvalho disse...

Galera da Biscoito Fino, eu faço capas MUITO melhores que essas recentes a preços BEM menores do que as que vcs devem estar pagando.

Qualquer coisa, mandem uma mensagem, viu?

Elba Mota disse...

ah tá.... pensei que fosse só eu que não gostei, no show Bethânia possibilita fotos bem melhores.....

Unknown disse...

Boa Noite! Mauro.

E quanto ao Blu-Ray deste show tem alguma previsão de lançamento? Um abraço.

ggermanodiniz disse...

Mauro; sabe se tem os extras? abrços

ggermanodiniz disse...

Mauro, sabe se tem extras? abrçs

Mauro Ferreira disse...

O blu-ray deve ser lançado somente em 2014. Quanto aos extras, até onde sei, o DVD traz somente o show. Abs, MauroF

paulo s. disse...

Será ótimo gostar do que a Bethânia canta. Quase vital.
O que tem feito, faz tempos, não deu.

Tiago Rios disse...

Galera da Biscoito Fino, eu faço capas MUITO melhores que essas recentes a preços BEM menores do que as que vcs devem estar pagando.

Qualquer coisa, mandem uma mensagem, viu?

[2]

hahaha

Bruno Cavalcanti disse...

Bethânia é um caso engraçado. Eu não consigo linkar uma música diretamente a ela. Mesmo que "O Que é O Que é", "Explode Coração", "Reconvexo" e "Brincar de Viver" sejam grandes hits que todo mundo conhece, todo mundo canta, todo mundo sabe, é perfeitamente aceitável, viável e imaginável um show sem nenhuma destas canções.
Bethânia canta o sertanejo radiofônico (É o Amor, Vai dar Namoro), o menos radiofônico ("Tocando em Frente", outro sucesso que também não está nos shows), canta rock, pop, axé, samba, tudo a sua maneira, mas canta. Dizer que a Bethânia se acomodou é uma bobagem, visto que ,se for assim, ela está acomodada há mais de 20 anos, desde "A Força que Nunca Seca". Ela clona trejeitos, textos e passos, mas acaba sempre dando um sopro de novidade no seu repertório, ainda que seja um sopro antigo. Quem ligaria à imagem de Maria Bethânia canções como "Comida" e "Miséria", dos Titãs? "Gitâ" do Raul Seixas e "Vem Quente que eu Estou Fervendo", do Erasmo? "Não Enche" do Mano Caetano então? Tudo bem que ela não acerta uma, mas que tenta, até tenta.
Bethânia não se acomodou porque sempre tem novidades em seus shows, seja trazendo antigos sucessos de volta, seja apelando para repertório alheio, seja o que for. Esse show - e o disco "Oásis de Bethânia" - são pontos baixos na carreira da Bethânia depois dos anos 2000, é verdade, mas entre altos e baixos todos vivemos.
Agora, ao que parece é unânime: que capinha vagabunda e preguiçosa essa, em?

Rafael M. disse...

Vi essa capa há 1 semana atrás no Samba Store. Achei ela simplérrima. Mauro, por favor, preciso da sua ajuda. Você saberia me informar se a relação de músicas cantadas no "Ato I" e "Ato II" colocadas aqui juntamente com esta postagem estão extamente da mesma forma que nos discos? Ou a ordem delas está diferente?

Rafael M. disse...

Mauro, por favor, se possível, responda a pergunta feita por mim. Grato.

Gabriel Medeiros denoiteosolilumina@gmail.com disse...

Que chata essa história de lançar o blu-ray bem depois do dvd...
Vale lembrar que no último dvd/blu-ray do Chico Buarque a Biscoito Fino colocou um documentário exclusivo no blu-ray. Sempre fico com o pé atrás se eles irão fazer isso novamente...

Fernando Lima disse...

Incompreensível a incompetência dos executivos das gravadoras em lançar DVD e meses depois, quando até já se esqueceu do lançamento, lançarem então o Blu-Ray correspondente, e sem nenhum alarde, como aconteceu com o "Recanto Ao Vivo", de Gal. Isso só acontece com os lançamentos brasileiros. Vou garantir o meu DVD no pirata e esperar o Blu-Ray, que só comprarei se já não tiver cansado do show. Pior ainda os lançamentos de shows em CDs separados. A tática para baratear não funciona, ainda mais quando hoje só compra CD quem é fã, que é quem acaba sendo roubado com o lançamento picotado e pobre graficamente com a separação do projeto, e ainda custando mais do que se fosse álbum duplo. Insuportável falta de respeito e de visão.

Mauricio Barbosa disse...

Com certeza os fãs preferem um álbum duplo,mas fazer o q.....temos q engolir essa,pois Bethânia não é uma qualquer

Leleo disse...

Não vou comprar nem um nem outro.
O DVD não vou comprar porque vou esperar o Blu ray. Não serei tolo de pagar pelo DVD e meses depois comprar o Blu Ray: sou fã, não idiota, como supõe a Biscoito Fino.

Quanto ao CD nem sonhando que vou pagar R$ 26,90 por metade de um show. Basta fazer as contas, o registro do show ficará em módicos R$ 53,80!!

Basta, nesse caso, ripar o audio do DVD.

Os lançamentos estão cada vez mais pobres, sem extras, e com projeto grafico deplorável. Definitivamente, a Biscoito Fino não merece o meu respeito.

Sergio Dias disse...

A arte da capa está sensacional. Na medida.
p.s. O DVD estava sendo vendido ontem no show também no Vivo Rio por 50,00. Não sei sobre os CDs.

Sergio Dias disse...

A arte da capa está sensacional. Na medida.

P.s. O DVD estava sendo vendido ontem, no show também no Vivo Rio, por 50,00. Sobre os CDs, não me informei.