Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


terça-feira, 13 de maio de 2014

Com samba de Mombaça, Chico e Gil entram em campo contra racismo

Chico Buarque entra em campo contra o racismo. O craque carioca aderiu ontem, 12 de maio de 2014, ao time de artistas convidados pelo cantor e compositor carioca Mombaça para participar do clipe do samba Vem vencer, composto por Mombaça com Mu Chebabi para denunciar e combater o racismo no futebol - assunto que tem suscitado discussões no Brasil desde que o jogador Daniel Alves foi alvo, em jogo pelo Barcelona, de banana lhe atirada por torcedor e devidamente comida pelo esportista. A ideia - inspirada na gravação da canção We are the world (Lionel Richie e Michael Jackson, 1985), que reuniu grandes nomes da música dos Estados Unidos no projeto USA for África - é juntar no clipe do samba cantores, atores, esportistas e personalidades engajadas na luta pelos direitos humanos. Cada um canta um trecho do samba. A voz de Chico foi captada a capella no campo de seu time de futebol, o Politheama, no Rio de Janeiro (RJ). A gravação do single Vem vencer tem produção, arranjo, regência e direção musical do baixista Arthur Maia. O clipe do tema tem direção do cineasta Joel Zito Araújo e fotografia de André Pamplona. Além de Chico, nomes como o cantor e compositor baiano Gilberto Gil e o compositor músico carioca Marcelo Yuka já gravaram suas participações no single que Mombaça - visto com Chico e Gil nas fotos de Carlos Júnior - vai lançar de olho no lance da Copa do Mundo 2014, a ser disputada no Brasil, entre junho e julho.

2 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Chico Buarque entra em campo contra o racismo. O craque carioca aderiu ontem, 12 de maio de 2014, ao time de artistas convidados pelo cantor e compositor carioca Mombaça para participar do clipe do samba Vamos vencer, composto por Mombaça com Mu Chebabi para denunciar e combater o racismo no futebol - assunto que tem suscitado discussões no Brasil desde que o jogador Daniel Alves foi alvo, em jogo pelo Barcelona, de banana lhe atirada por torcedor e devidamente comida pelo esportista. A ideia - inspirada na gravação da canção We are the world (Lionel Richie e Michael Jackson, 1985), que reuniu grandes nomes da música dos Estados Unidos no projeto USA for África - é juntar no clipe do samba cantores, atores, esportistas e personalidades engajadas na luta pelos direitos humanos. Cada um canta um trecho do samba. A voz de Chico foi captada a capella no campo de seu time de futebol, o Politheama, no Rio de Janeiro. A gravação do single Vamos vencer tem produção, arranjo, regência e direção musical do baixista Arthur Maia. O clipe do tema tem direção e fotografia assinadas pelo cineasta Joel Zito Araújo. Além de Chico, nomes como o cantor e compositor baiano Gilberto Gil e o compositor músico carioca Marcelo Yuka já gravaram suas participações no single, que já vai ser lançado durante a Copa do Mundo de 2014, a ser disputada no Brasil.

André Henrique Pamplona disse...

Olá Mauro, tudo bem? Houve um erro de comunicação na hora de lhe passarem os créditos corretos. na verdade a direção é dos cineastas André Pamplona e Joel Zito Araújo e direção de fotografia, montagem e edição de André Pamplona. Um abraço!