Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


terça-feira, 29 de outubro de 2013

Caixa agrega 47 raras gravações feitas por Moreira da Silva entre 1950 e 1957

 Dando continuidade ao processo de revitalização da obra fonográfica de Moreira da Silva (1902 - 2000), cantor carioca celebrado por ter sido um dos principais propagadores do gênero rotulado como samba de breque, o selo carioca Discobertas põe no mercado nacional uma terceira caixa com gravações de Kid Morengueira. Sucedendo as caixas O último malandro (2011) e O tal malandro (2012), que embalaram reedições de oito álbuns lançados pelo artista entre 1958 e 1966, a caixa Moreira da Silva - Anos 50 (2013) volta no tempo fonográfico do cantor, reunindo - em três CDs - 47 gravações feitas por Morengueira entre 1950 e 1957. Os primeiros CDs, Anos 50 vol. 01 (1950 - 1963) e Anos 50 vol. 02 (1953 - 1955), trazem - cada um - 14 fonogramas de discos de 78 rotações por minuto editados pelo selo Discos Star e pela extinta gravadora Continental. A recuperação desses fonogramas até então raros torna a caixa - produzida pelo pesquisador musical carioca Marcelo Fróes - item indispensável para colecionadores de discos. Completa a caixa o CD Moreira da Silva - "O tal" e seus grandes sucessos, (também raro) disco de 10 polegadas editado em 1955 e turbinado por Froés com onze faixas-bônus recolhidas de 78 rotações por minutos lançados em 1956 e 1957. A audição dos 47 fonogramas reunidos nos três CDs mostra que a obra fonográfica de Moreira da Silva extrapolou o samba de breque - ritmo sempre associado ao artista - ao abarcar tradicionais sambas carnavalescos e (também) eventuais músicas de pegada nordestina. 

3 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Dando continuidade ao processo de revitalização da obra fonográfica de Moreira da Silva (1902 - 2000), cantor carioca celebrado por ter sido um dos principais propagadores do gênero rotulado como samba de breque, o selo carioca Discobertas põe no mercado nacional uma terceira caixa com gravações de Kid Morengueira. Sucedendo as caixas O último malandro (2011) e O tal malandro (2012), que embalaram reedições de oito álbuns lançados pelo artista entre 1958 e 1956, a caixa Moreira da Silva - Anos 50 (2013) volta no tempo fonográfico do cantor, reunindo - em três CDs - 47 gravações feitas por Morengueira entre 1950 e 1957. Os primeiros CDs, Anos 50 vol. 01 (1950 - 1963) e Anos 50 vol. 02 (1953 - 1955), trazem - cada um - 14 fonogramas de discos de 78 rotações por minuto editados pelo selo Discos Star e pela extinta gravadora Continental. A recuperação desses fonogramas até então raros torna a caixa - produzida pelo pesquisador musical carioca Marcelo Fróes - item indispensável para colecionadores de discos. Completa a caixa o CD Moreira da Silva - "O tal" e seus grandes sucessos, (também raro) disco de 10 polegadas editado em 1955 e turbinado por Froés com onze faixas-bônus recolhidas de 78 rotações por minutos lançados em 1956 e 1957. A audição dos 47 fonogramas reunidos nos três CDs mostra que a obra fonográfica de Moreira da Silva extrapolou o samba de breque, incluindo sambas carnavalescos e eventuais temas nordestinos.

Clayton Moreira disse...

Imperdível!

Clayton Moreira disse...

Simplesmente imperdível!