Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Jamiroquai aciona máquina de ritmos para deixar o público ligado no Rio

Resenha de show - Rock in Rio 2011
Título: Jamiroquai
Artista: Jamiroquai
Local: Cidade do Rock (Rio de Janeiro, RJ)
Data: 29 de setembro de 2011
Foto: Divulgação Rock in Rio 2011 / Cintia Orth
Cotação: * * *

A forte associação do Jamiroquai com o funk e sua habilidade com os grooves são os dois únicos possíveis traços de união entre o som dançante do grupo britânico e a música nobre de Stevie Wonder. Mesmo assim, ambos habitam galáxias diferentes no universo musical. Mas quis a organização do Rock in Rio 2011 que a banda de Jay Kay se apresentasse na mesma noite de Wonder. Eficiente, o Jamiroquai acionou sua máquina de ritmos e deixou o público ligado. Cosmic Girl foi uma das músicas que criaram atmofera de disco music na Cidade do Rock na quarta noite do festival. Mas o som de Jay Kay - que entrou em cena com o habitual cocar na cabeça - transcende os bons tempos da discoteca, triturando em liquidificador sonoro pedaços generosos de funk e acid jazz. Mesmo em dose mais rala, o rock também se fez presente em Deeper Underground, um dos trunfos do final. Enfim, a banda fez o que estava ao seu alcance para entreter um público que - em sua maior parte - estava ali na ânsia de ver Stevie Wonder.

9 comentários:

Luca disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luca disse...

Que resenha mais preguiçosa, Mauro... Para fazeresse texto tão superficial, era melhor nem fazer...

KL disse...

quando o grupo surgiu nos anos 1990, a imprensa comparou a voz do líder à de Wonder, realmente parecida em muitos aspectos.
O Jamiro foi uma das boas (e raras) coisas produzidas naquela década justamente porque se ancorava na black music.

Carla disse...

OS MELHORES

PS: VIRTUAL INSANIT...

Vitor disse...

show foi chaterrimo e ainda por cima ele nao cantou o unico hit da banda Virtual Insanit

N@ndo disse...

Não que não tenha de certa forma enfatizado a habilidade do groove da banda, mas nessas e outras críticas suas ao Jamiroquai, deixam obvio que por algum motivo (que ainda não sei qual) você não gosta muito da carreira da banda de Jay Kay.

Aliás, o fato da banda tocar no mesmo dia do Stevie Wonder, quase como se abrisse a apresentação principal, pra quem curte o balanço deles foi uma gloria, porque eles não andam em universos diferentes não, a influência obviamente é clara e geralmente quem gosta de Jamiroquai tem Stevie Wonder como seu idolo maior. Neste caso, esta noite pra quem esteve lá deve ter sido uma glória!!

Ricardo Manhães Filho disse...

Eu estive lá e achei o show bem chato também...

Jamirofan disse...

Aos comentários a respeito do Jamiroquai:

O Jamiroquai é uma das únicas bandas de jazz que, aliado aos grooves do funk (original, não confundam com o carioca) conseguiu levar essa mistura dançante, musicalmente rica aos quatro cantos do mundo.
Uma verdadeira fábrica de hits:
- Virtual insanity (1º lugar nas paradas /show no prêmio nobel da paz 2010)
- Cosmic Girl (1º lugar nas paradas)
- Alright(2º lugar nas paradas)
- Love Foolosofy
- Canned Heat
- Deeper Underground (trilha sonora Godzila)
- Seven days in sunny june (1º lugar nas paradas brasileiras/trilha da novela belíssima)
- High times
- Space cowboy ( um clássico...)
- When you gonna learn (1º grande hit nas paradas)
- Too young to die
- Travelling without moving
- Emergency on planet earth ( veja a mensagem dessa letra)

Dentre vários outros...

Você que disse que eles tinham um único hit (aliás aprenda a escrever pois é virtual insanity com "y", frequente umas aulinhas de inglês...), procure se informar melhor antes de disparar um equívoco e passar constrangimento.Agora você tem uma lista para consultar e saber melhor a respeito. A não ser que hit para você tenha outro significado. Sinto muito lhe informar também que o show em SP no ano passado tocou essa música...)

Para quem achou o show chatérrimo, é compreensível. Num país de analfabetos musicais, ignorantes e que veneram funk carioca, a boquinha da garrafa e o sertanojo vale o comentário. Realmente, algo musicalmente trabalhado, com uma big band de 15 músicos, naipe de metais, backing vocals, não é pra qualquer um. Cultura musical é coisa rara. Da próxima vez vá ao festival certo, esse não é pra você. Saudações a todos os que compreenderam a mensagem!

Jamirofan disse...

Aos comentários a respeito do Jamiroquai:

O Jamiroquai é uma das únicas bandas de jazz que, aliado aos grooves do funk (original, não confundam com o carioca) conseguiu levar essa mistura dançante, musicalmente rica aos quatro cantos do mundo.
Uma verdadeira fábrica de hits:
- Virtual insanity (1º lugar nas paradas /show no prêmio nobel da paz 2010)
- Cosmic Girl (1º lugar nas paradas)
- Alright(2º lugar nas paradas)
- Love Foolosofy
- Canned Heat
- Deeper Underground (trilha sonora Godzila)
- Seven days in sunny june (1º lugar nas paradas brasileiras/trilha da novela belíssima)
- High times
- Space cowboy ( um clássico...)
- When you gonna learn (1º grande hit nas paradas)
- Too young to die
- Travelling without moving
- Emergency on planet earth ( veja a mensagem dessa letra)

Dentre vários outros...

Você que disse que eles tinham um único hit (aliás aprenda a escrever pois é virtual insanity com "y", frequente umas aulinhas de inglês...), procure se informar melhor antes de disparar um equívoco e passar constrangimento.Agora você tem uma lista para consultar e saber melhor a respeito. A não ser que hit para você tenha outro significado. Sinto muito lhe informar também que o show em SP no ano passado tocou essa música...)

Para quem achou o show chatérrimo, é compreensível. Num país de analfabetos musicais, ignorantes e que veneram funk carioca, a boquinha da garrafa e o sertanojo vale o comentário. Realmente, algo musicalmente trabalhado, com uma big band de 15 músicos, naipe de metais, backing vocals, não é pra qualquer um. Cultura musical é coisa rara. Da próxima vez vá ao festival certo, esse não é pra você. Saudações a todos os que compreenderam a mensagem!