Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


domingo, 29 de maio de 2011

Marketing e hit populista fazem de Paula o fenômeno de vendas de 2011

Paula Fernandes é o fenômeno de vendas do mercado fonográfico neste ano de 2011. Lançados em janeiro, o CD e DVD Paula Fernandes ao Vivo já totalizam juntos - até este mês de maio - 700 mil cópias vendidas, de acordo com a Universal Music. Se os números alardeados com orgulho pela gravadora já seriam bastante expressivos até na era pré-pirataria, tais cifras atualmente indicam se tratar realmente de um fenômeno raro. É fato que a cantora - vista em foto de Guto Costa - já vinha em ascensão no mercado fonográfico. Seu quinto álbum de estúdio, Pássaro de Fogo, lançado em 2008, saiu de 2010 com mais de 90 mil cópias vendidas. Mas nada faria supor a explosão comercial de Paula Fernandes em 2011. É fato também que a aparição da artista no especial natalino de Roberto Carlos exibido pela TV Globo em 25 de dezembro de 2010 - aparição alimentada pelos rumores de um nunca confirmado envolvimento romântico com o Rei - aumentou o interessse da mídia por Paula Fernandes. Com agilidade e tino comercial, a equipe de marketing da Universal Music soube aproveitar tal interesse para aumentar a exposição do nome e da (bela) imagem da cantora nessa parcela mais popular da mídia. Aliado à promoção radiofônica de uma das faixas mais populistas do repertório de Paula Fernandes ao Vivo (Pra Você, parceria da cantora com Zezé Di Camargo), tal marketing se revelou eficaz e turbinou as vendas do primeiro registro de show da artista. Ainda assim, mesmo com toda a máquina promocional da Universal Music posta a serviço de Paula Fernandes (cantora que tende a investir cada vez mais na música romântica mais trivial), a grandeza dos números não tem explicação racional. Trata-se, afinal, de um daqueles fenômenos que acontecem volta e meia no mercado fonográfico e que ninguém consegue explicar a contento - até porque, se existisse uma fórmula que fosse garantia de sucessos fenomenais, ela seria usada à exaustão sempre com êxito. O fato é que tudo indica que Paula Fernandes sairá de 2011 com mais de um milhão de CDs e DVDs vendidos. Fenômeno!

11 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Paula Fernandes é o fenômeno de vendas do mercado fonográfico neste ano de 2011. Lançados em janeiro, o CD e DVD Paula Fernandes ao Vivo já totalizam juntos - até este mês de maio - 700 mil cópias vendidas, de acordo com a Universal Music. Se os números alardeados com orgulho pela gravadora já seriam bastante expressivos até na era pré-pirataria, tais cifras atualmente indicam se tratar realmente de um fenômeno raro. É fato que a cantora - vista em foto de Guto Costa - já vinha em ascensão no mercado fonográfico. Seu quinto álbum de estúdio, Pássaro de Fogo, lançado em 2008, saiu de 2010 com mais de 90 mil cópias vendidas. Mas nada faria supor a explosão comercial de Paula Fernandes em 2011. É fato também que a aparição da artista no especial natalino de Roberto Carlos exibido pela TV Globo em 25 de dezembro de 2010 - aparição alimentada pelos rumores de um nunca confirmado envolvimento romântico com o Rei - aumentou o interessse da mídia por Paula Fernandes. Com agilidade e tino comercial, a equipe de marketing da Universal Music soube aproveitar tal interesse para aumentar a exposição do nome e da (bela) imagem da cantora nessa parcela mais popular da mídia. Aliado à promoção radiofônica de uma das faixas mais populistas do repertório de Paula Fernandes ao Vivo (Pra Você, parceria da cantora com Zezé Di Camargo), tal marketing se revelou eficaz e turbinou as vendas do primeiro registro de show da artista. Ainda assim, mesmo com toda a máquina promocional da Universal Music posta a serviço de Paula Fernandes (cantora que tende a investir cada vez mais na música romântica mais trivial), a grandeza dos números não tem explicação racional. Trata-se, afinal, de um daqueles fenômenos que acontecem volta e meia no mercado fonográfico e que ninguém consegue explicar a contento - até porque, se existisse uma fórmula que fosse garantia de sucessos fenomenais, ela seria usada à exaustão sempre com êxito. O fato é que tudo indica que Paula Fernandes sairá de 2011 com mais de um milhão de CDs e DVDs vendidos. Fenômeno!

Tudo foi feito ... disse...

E o fim, isso sim ! A cantora tem uma voz anasalada, repertório ruinzinho. O brasileiro com tantas cantoras fantásticas, eleger Paula Fernandes como grande cantora é sofrivel. O gosto do brasileiro anda bem ruim mesmo. Lamentável !

Rafael M. disse...

Gostaria de que as gravadoras pudessem lançar em CD, com o áudio remasterizado a partir das masters originais o disco dela de 1993, que é raríssimo e nem se acha o mesmo para comprar... Se chama simplesmente "Paula Fernandes" e ela era bem nova quando lançou o disco. E aproveitassem e relançassem em CD o segundo álbum dela de 1995, chamado "Ana Rayo", que é outro raríssimo disco praticamente impossível de se achar na net, até mesmo para comprar. Já perdi as esperanças de encontrar esses 2primeiros álbuns dela... Muita gente gostaria de ouvir esses 2 primeiros trabalhos dela no mundo musical, inclusive eu. Mas creio que estes discos ficaram relegados ao total ostracismo por conta dos donos de gravadoras.

Rafael M. disse...

Tudo Foi Feito Pelo Rei:

Exageirismo da sua parte dizer que ela não canta bem. A voz é levemente anasalada, porém quase nem se percebe isso, mas isso não tira o brilho dela como cantora... O repertório dela realmente não é impecável, mas isso não quer dizer que ela seja cante mau. O grande defeito de quem adora criticar é não saber separar uma coisa da outra... Mas como diz aquela velha máxima: "gosto é gosto" meu caro, e isso não se discute.

Rhenan Soares disse...

Gosto da Paula, gosto do DVD, não gosto nem um pouco de "pra você", adoro "pássaro de fogo" e "meu eu em você". Sorte pra ela! Que tenha o sucesso que merecer!

Tiago disse...

Se na idade atual já é difícil aturar, imagina esses discos de 93 e 95 como não devem ser "maravilhosos"...

Rafael M. disse...

Tiago:

Seriam interessantes sim esses discos de 93 e 95 serem lançados em CD com áudio remasterizado, porém a título de curiosidade, ninguém aqui está entrando no mérito da questão da qualidade do mesmo ou não, mesmo porque ela fez esses discos com poucos recursos, era outra época, outra idade que ela tinha...

Tomara que alguma gravadora os lancem brevemente em CD.

Doug disse...

Como cantora não acho a Paula ruim, e voz anasalada por voz anasalada, Roberto Carlos está aí a mais de 40 anos e todo mundo acha o máximo.

O problema da Paula é esse repertório brega erroneamente rotulado de "sertanejo".

Diogo Santos disse...

Os dois albuns ( " Passaro de Fogo " e " Ao vivo ") são irregulares e não estão a altura da boa-bela compositora - cantora mineira. A verdade é que Maria Gadú e ela vão ter que passar pela prova do segundo album ...

Eduardo disse...

É sentar e chorar...

André Luís disse...

Concordo, Diogo. Maria Gadú e Paula Fernandes são exemplos de artistas superestimadas e "endeusadas" em começo de carreira. Mas fico de longe com o talento da primeira (e a beleza da segunda)...! rsrs