Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Eis a capa do disco em que Ângela e Cauby recordam um sucesso de Benito

♪ Com foto de Jardiel Carvalho na capa, o CD Reencontro - terceiro álbum gravado por Ângela Maria & Cauby Peixoto em discografia que já inclui Ângela & Cauby (EMI-Odeon, 1982) e Ângela & Cauby ao Vivo (BMG-Ariola, 1992) - chega às lojas em janeiro de 2014  com distribuição da gravadora Eldorado. Reencontro é o título inaugural do selo Nova Estação, aberto por Thiago Marques Luiz - produtor do disco gravado sob a direção musical do pianista Daniel Bondaczuk. O repertório inclui Se não for amor, grande sucesso do cantor e compositor fluminense Benito Di Paula, do álbum Um novo samba (1973). Eis, na ordem do CD, as 12 faixas do álbum  Reencontro:

1. Abandono (Nazareno de Brito e Presyla de Barros, 1955) /
    Nono mandamento (Renê Bittencourt e Raul Sampaio, 1957) /
    Orgulho (Waldir Rocha e Nelson Wederking, 1953) /
    Molambo (Augusto Mesquita e Jayme Florence, 1953)

2. Alguém como tu (Jair Amorim e José Maria de Abreu, 1952)
3. Apelo (Baden Powell e Vinicius de Moraes, 1963)
4. Como é grande o meu amor por você (Roberto Carlos, 1967)
5. Somos iguais (Jair Amorim e Evaldo Gouveia, 1964)
6. Dez anos (Rafael Hernandez em versão em português de Lourival Faissal, 1951)
7. Se não for amor (Benito Di Paula, 1973)
8. You'll never know (Harry Warren e Mack Gordon, 1943) / 

    Eu vou ter sempre você (Harry Warren e Mack Gordon em versão de Antonio Marcos, 1980)
9. Tres palabras (Osvaldo Farrés, 1946) /
    Quizás, quizás, quizás (Osvaldo Farrés, 1947)

10. Chove lá fora (Tito Madi, 1957) /
      Franqueza (Denis Brean e Osvaldo Guilherme, 1957)
11. O mundo é um moinho (Cartola, 1976)
12. Bronzes e cristais (Nazareno de Brito e Alcyr Pires Vermelho, 1958)

9 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Com foto de Jardiel Carvalho na capa, o CD Reencontro - terceiro álbum gravado por Ângela Maria & Cauby Peixoto em discografia que já inclui Ângela & Cauby (EMI-Odeon, 1982) e Ângela & Cauby ao Vivo (BMG-Ariola, 1992) - chega às lojas em janeiro de 2014 com distribuição da gravadora Eldorado. Reencontro é o título inaugural do selo Nova Estação, aberto por Thiago Marques Luiz - produtor do disco gravado sob a direção musical do pianista Daniel Bondaczuk. O repertório inclui Se não for amor, grande sucesso do cantor e compositor fluminense Benito Di Paula, do LP Um novo samba (1973). Eis as 12 faixas do CD Reencontro:

1. Abandono (Nazareno de Brito e Presyla de Barros, 1955) / Nono mandamento (Renê Bittencourt e Raul Sampaio, 1957) / Orgulho (Waldir Rocha e Nelson Wederking, 1953) / Molambo (Augusto Mesquita e Jayme Florence, 1953)
2. Alguém como tu (Jair Amorim e José Maria de Abreu, 1952)
3. Apelo (Baden Powell e Vinicius de Moraes, 1963)
4. Como é grande o meu amor por você (Roberto Carlos, 1967)
5. Somos iguais (Jair Amorim e Evaldo Gouveia, 1964)
6. Dez anos (Rafael Hernandez em versão em português de Lourival Faissal, 1951)
7. Se não for por amor (Benito Di Paula, 1973)
8. You'll never know (Harry Warren e Mack Gordon, 1943) / Eu vou ter sempre você (Harry Warren e Mack Gordon em versão de Antonio Marcos, 1980)
9. Tres palabras (Osvaldo Farrés, 1946) / Quizás, quizás, quizás (Oswaldo Ferrés, 1947)
10. Chove lá fora (Tito Madi, 1957) / Franqueza (Denis Brean e Osvaldo Guilherme, 1957)
11. O mundo é um moinho (Cartola, 1976)
12. Bronzes e cristais (Nazareno de Brito e Alcyr Pires Vermelho, 1958)

Rafael M. disse...

Já tinha visto essa capa em tamamnho bem pequeno há umas 3 semanas atrás. Achei de uma simplicidade, leveza e beleza exztrema. Muito suave e bela.

Marcelo disse...

O cd é muito bonito e um repertório de qualidade. Sem modismos e estéticas pseudo modernas... Perfeito!!!

Bruno Cavalcanti disse...

Linda e terna. Concordo com o Marcelo, um repertório de qualidade, bonito e com a essência dessa dupla que não precisa aderir a nenhum modismo para dar certo.

Tiago Rios disse...

A capa expressa um sentimento de ternura, mas valha-me Deus... Pesaram a mão na edição, ein?

Julio Cesar disse...

A Ãngela está parecendo uma boneca de cera, na capa do disco...

Berquó disse...

Que capa é essa? Direto do Museu Madame Tussauds...

João Carlos disse...

Capa pobre, infelizmente é assim que os maiores cantores brasileiros ainda vivos são tratados. Repertório ultrapassado. Falta frescor, músicas inéditas e modernismo sim, senão ouviria um disco gravado no século passado por eles. nota 0

HUGO LAFAYETTE disse...

Esse CD esta maravilhoso, com um repertório pra quem realmente gosta e entende da boa música brasileira no que temos de mais clássico.Os arranjos estão deliciosos Fotos linda, inclusive nos encartes. Trabalho lindo mesmo. Comecei o ano como um CD maravilhoso. Não podia ser melhor.