Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Discobertas encaixota mais sete álbuns de Pery, cobrindo fase 1967-1972

Dando continuidade à oportuna revitalização da discografia do cantor carioca Pery Ribeiro (27 de outubro de 1937 - 24 de fevereiro de 2012), o selo carioca Discobertas manda para as lojas, entre março e abril de 2014, uma segunda caixa com reedições de álbuns do artista. Sucessora da caixa Pery Ribeiro anos 60 (2013), que embalou sete discos do período 1961 - 1966, essa segunda caixa repõe em catálogo mais sete álbuns do cantor, abrangendo fase que vai de 1967 a 1972 - período em que Pery teve discos gravados com os grupos Bossa Rio, Bossa Três e Primo Quinteto. Foi a fase também que a discografia do cantor extrapolou as fronteiras do Brasil. Produzida pelo pesquisador musical Marcelo Fróes, criador do selo Discobertas, a caixa embala os álbuns Gemini V en México (1967), Pery (1968), Bossa Rio (1968), Bossa Rio - Alegria! (1969), o raríssimo Bossa Rio Live in Japan (1970), Pery Ribeiro (1971) - disco cuja capa expõe a foto que ilustra este post - e Pery Ribeiro (1972), álbum turbinado com preciosa e rara música-bônus, Do lado do coração, do cantor e compositor cearense Raimundo Fagner. De compacto, a faixa integrou a trilha sonora da novela Jerônimo, herói do sertão (TV Tupi).

5 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Dando continuidade à oportuna revitalização da discografia do cantor carioca Pery Ribeiro (27 de outubro de 1937 - 24 de fevereiro de 2012), o selo carioca Discobertas manda para as lojas, entre março e abril de 2014, uma segunda caixa com reedições de álbuns do artista. Sucessora da caixa Pery Ribeiro anos 60 (2013), que embalou sete discos do período 1961 - 1966, essa segunda caixa repõe em catálogo mais sete álbuns do cantor, abrangendo fase que vai de 1967 a 1972 - período em que Pery teve discos gravados com os grupos Bossa Rio, Bossa Três e Primo Quinteto. Foi a fase também que a discografia do cantor extrapolou as fronteiras do Brasil. Produzida pelo pesquisador musical Marcelo Fróes, criador do selo Discobertas, a caixa embala os álbuns Gemini V en México (1967), Pery (1968), Bossa Rio (1968), Bossa Rio - Alegria! (1969), o raríssimo Bossa Rio Live in Japan (1970), Pery Ribeiro (1971) - disco cuja capa expõe a foto que ilustra este post - e Pery Ribeiro (1972), álbum turbinado com preciosa e rara música-bônus, Do lado do coração, do cantor e compositor cearense Raimundo Fagner.

Tombom disse...

Que ma-ra-vi-lha!

ahmed disse...

Graças muito possível, por favor visite o meu humilde blog

شبكة انت والعالم
شبكة انت والعالم
شبكة انت والعالم
شبكة انت والعالم

Toninho Lima disse...

Sensacional! Que venham os outros discos do Pery na década de 1970, principalmente o "Abre Alas" (1974).

Rafael M. disse...

Fiquei sabendo desta notícia esta semana. É ótima, mas o Fróes deveria ter colocado também os álbuns "Sings Bossa Nova Hits" e o raríssimo disco de 91 dele. Espero que faça isso num futuro breve...