Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Problema na edição adia - mas não cancela - o CD 'Dose Dupla' de Célia

Problemas na edição do volume dedicado a Célia na série Dose Dupla - em que a Warner Music reedita dois álbuns de determinado artista em embalagem de CD duplo - atrasaram a chegada às lojas deste título da coleção. Embora atrasada em relação ao cronograma inicial da série, a reedição do CD Dose Dupla de Célia está garantida, de acordo com a gravadora. Pela série, os dois primeiros álbuns da cantora serão reeditados pela primeira vez no formato de CD. Ambos intitulados Célia, eles foram lançados originalmente pela extinta Continetal - cujo acervo foi adquirido pela Warner Music - em 1971 e em 1972. O Dose Dupla de Célia sairá em novembro.

4 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Problemas na edição do volume dedicado a Célia na série Dose Dupla - em que a Warner Music reedita dois álbuns de determinado artista em embalagem de CD duplo - atrasaram a chegada às lojas deste título da coleção. Embora atrasada em relação ao cronograma inicial da série, a reedição do CD Dose Dupla de Célia está garantida, de acordo com a gravadora. Pela série, os dois primeiros álbuns da cantora serão reeditados pela primeira vez no formato de CD. Ambos intitulados Célia, eles foram lançados originalmente pela extinta Continetal - cujo acervo foi adquirido pela Warner Music - em 1971 e em 1972. O Dose Dupla de Célia sairá em novembro.

EDELWEISS1948 disse...

VAMOS AGUARDAR.

Rafael M. disse...

Esse disco não deveria era sair nunca. Odeio coleções assim, onde o que preza para os empresários de gravadoras são os lucros que eles irão ganhar, e a qualidade sonora que se lixe.

netonolf disse...

E o desrespeito continua... O artista e o público são mais uma vez enganados pela indústria fonográfica! Esse "dose dupla" cometeu atrocidades em ambos CDs : uma verdadeira "dose dupla" de erros! No primeiro CD foram editadas somente 10 das 11 faixas originais do álbum de 1971: foi eliminada a faixa "Blues" de Joyce e Capinam. Além disso, a canção "David" de Nelson Angelo recebeu título novo, chamando-se agora "Odavi"!
Já no segundo CD, ficarem somente 10 das 12 faixas originais do álbum de 1972: "Ay Adelita" de Piry Reis e João Carlos Pádua e "Dez Bilhões de Neurônios" de Paulinho Nogueira e Zezinha Nogueira foram simplesmente descartadas! E o título da canção "Dominus Tecum" de Marcos Valle e Paulo Sergio Valle foi rebatizada, atendendo agora pelo simpático título "O Beato"!
Para piorar essas desgraças todas, a qualidade de som dos dois CDs está terrível, inaceitável mesmo! A Warner Music realmente pecou mortalmente com esse lançamento amadorístico e desastroso! Realmente uma pena! Célia e seu público sairam perdendo!