Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Adele e Rossi ajudam Sony a abocanhar 34,76% do mercado brasileiro

As vendas superlativas dos discos de Adele e padre Marcelo Rossi ajudaram a gravadora Sony Music a liderar o mercado fonográfico brasileiro ao longo de 2011 com farta fatia do bolo. A companhia abocanhou nada menos do que 34,76% desse mercado - marca inédita na história nacional da indústria do disco. Esse número foi alavancado pelo 1,5 milhão de cópias vendidas do CD Ágape Musical - derivado do último livro de Rossi, best-seller do mercado editorial brasileiro - e pelos 800 mil discos vendidos por Adele no país (soma que inclui vendas dos álbuns 19 e 21 e do kit de DVD e CD ao vivo Live at The Royal Albert Hall, lançado ao fim de 2011).

2 comentários:

Mauro Ferreira disse...

As vendas superlativas dos discos de Adele e padre Marcelo Rossi ajudaram a gravadora Sony Music a liderar o mercado fonográfico brasileiro ao longo de 2011 com farta fatia do bolo. A companhia abocanhou nada menos do que 34,76% desse mercado - marca inédita na história nacional da indústria do disco. Esse número foi alavancado pelo 1,5 milhão de cópias vendidas do CD Ágape Musical - derivado do último livro de Rossi, best-seller do mercado editorial brasileiro - e pelos 800 mil discos vendidos por Adele (soma que inclui as vendas dos álbuns 19 e 21 e do kit de DVD e CD ao vivo Live at The Royal Albert Hall, lançado ao fim de 2011).

Rafael M. disse...

E as gravadoras ainda tem a cara de pau de dizer que estão falidas...