Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


terça-feira, 18 de janeiro de 2011

EMI Music prevê para este semestre edição de caixa com álbuns de Valle

Embora já relançada em CD no Brasil de forma dispersa, a discografia de Marcos Valle nunca mereceu o tratamento de luxo a que faz jus pela sua importância e que já recebeu no Japão. Corrigindo essa injustiça, a gravadora EMI Music programa para este primeiro semestre de 2011 - possivelmente para maio ou junho - a edição de caixa com os álbuns gravados na Odeon pelo compositor de Samba de Verão. A caixa vai embalar títulos como Samba Demais (1963), O Compositor e o Cantor Marcos Valle (1964), Braziliance! A Música de Marcos Valle (1967), Viola Enluarada (1967), Mustang Cor de Sangue (1969), Marcos Valle (1970), Garra (1971), Vento Sul (1972), Previsão do Tempo (1973) e Marcos Valle (1974). Luxo só!

6 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Embora já relançada em CD no Brasil de forma dispersa, a discografia de Marcos Valle nunca mereceu o tratamento de luxo a que faz jus pela sua importância e que já recebeu no Japão. Corrigindo essa injustiça, a gravadora EMI Music programa para este primeiro semestre de 2011 - possivelmente para maio ou junho - a edição de caixa com os álbuns gravados na Odeon pelo compositor de Samba de Verão. A caixa vai embalar títulos como Samba Demais (1963), O Compositor e o Cantor Marcos Valle (1964), Braziliance! A Música de Marcos Valle (1967), Viola Enluarada (1967), Mustang Cor de Sangue (1969), Marcos Valle (1970), Garra (1971), Vento Sul (1972), Previsão do Tempo (1973) e Marcos Valle (1974). Luxo só!

antonio disse...

Alguns álbuns foram lançados na coleção 100 Anos Odeon, produzida por Charles Gavin com bastante esmero. Espero que a caixa traga raridades e músicas nunca lançadas.

Pedro Progresso disse...

O cantor e o compositor é meu disco favorito do MV. Mas tds já saíram remasterizados. Tem que valer a pena pra encaixotar.

JP disse...

uma pena "fabuloso fittipaldi" (com o azimuth) ficar de fora!

JP disse...

tomara que "o fabuloso fittipaldi" (feito com o azimuth) aparecça na caixa!

Yerblues disse...

Eu espero que a EMI invista um pouco mais de $oul na edição desta caixa, uma vez que a reedição de Marcos Valle (1970) + Garra (1971, na série 2 em 1, é uma lástima de pobreza e descaso com a obra do artista. Um digipack muito do sem-vergonha, sem qualquer informação sobre os discos, salvo o tracklist. Até mesmo sob o ponto de vista da manuseabilidade dos cds, a embalagem é ridícula (submetendo os cds ao risco de dano). Mas o dano maior é a falta de capricho na arte gráfica e completa ausência de informação sobre os discos (nem as datas em que foram lançados constam da embalagem). Será que o consumidor não merece nem a arte gráfica original do LP na capinha de cada cd, pelo qual ele, aliás, paga??? Depois reclamam dos downloads ilegais....