Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


quarta-feira, 30 de março de 2011

Candidata à revelação de 2011, Thaís Gulin lança seu álbum 'ôÔÔôôÔôÔ'

Amparada por estratégia de marketing que objetiva estourá-la na mídia em escala nacional, a cantora e compositora Thaís Gulin vai lançar em abril de 2011 seu segundo disco, ôÔÔôôÔôÔ, gravado pelo selo Furgulixx com produção de Alê Siqueira e Kassin. Quem vai distribuir o CD nas lojas é a gravadora Som Livre através de seu selo SLAP, o mesmo que lançou Maria Gadú em 2009. Promovido de início pelo torto samba autoral que lhe dá título, ôÔÔôôÔôÔ agrega na ficha técnica nomes como Ana Carolina (co-autora de Quantas Bocas, assinada com Gulin), Adriana Calcanhotto (compositora da inédita balada Encantada), Kassin (autor do já conhecido carimbó Água e parceiro de Gulin em The Glory Hole e na já citada Quantas Bocas) e Moreno Veloso (parceiro de Gulin em Frevinho). O repertório enfileira títulos como a valsa autoral Horas Cariocas e Little Boxes. Chico Buarque e Tom Zé forneceram inéditas para o disco e as gravaram em dueto com Gulin. Chico é autor e convidado de Se Eu Soubesse. Tom Zé - de quem a cantora já gravou Defeito 10: Cedotardar (Moacyr Albuquerque e Tom Zé) em seu primeiro disco, Thaís Gulin (Rob Digital, 2006) - canta Ali Sim, Alice. Já Cinema Americano, embora desconhecida, já ganhou registro de seu autor, Rodrigo Bittencourt, no segundo disco do artista (Mordida, 2009). Formatado com 13 faixas, o CD ôÔÔôôÔôÔ fecha com Paixão Passione, música de Ivan Lins e Ronaldo Monteiro de Souza que Gulin gravou para a trilha sonora nacional da novela Passione (2010). O tema virá alocado no álbum como faixa-bônus.

7 comentários:

Jeferson Garcia disse...

Engraçado o poder da Som Livre (Globo).

Artista que lançou CD em 2006 e botou o show na rua desde então ... vira REVELAÇÃO em 2011.

Vai entender...

Luca disse...

Jefferson, o show do primeiro cd, que é de 2007 não de 2006 como o Mauro falou, só foi visto pelos amigos dela e por uns críticos como o próprio Mauro. Se a Som Livre estourar Gulín este ano, ela vai ser revelação, sim. Pô, quem conhece Gulín até agora?

Herculano Neto disse...

E continua a saga do jabá nas telenovelas...

Anônimo disse...

Sempre que vejo o nome da Som Livre lembro da música Vida Fácil que o Cazuza - que não poupava ninguém, nem a si próprio - fez pra o pai dele.

Vitor disse...

Achei o primeiro cd um tédio, nao acho que ela seja isso tudo. Quem merece estourar esse ano é a Monique Kessous

Unknown disse...

Thaís é uma das melhores cantoras dos últimos tempos! Visceral e suave ao mesmo tempo, ela é afinadíssima e uma super intérprete! "Garoto de Aluguel". "defeito 10: Cedotardar" e "Paixão Passione" provam issso muito bem! Tô doido pra escutar esse novo!

Festa dos Músicos de Recife disse...

Daniel,
Por acaso você é curitibano ou mesmo Paranaense?